Malévola 2 estreou nos cinemas em outubro, e mesmo conseguindo 36,9 milhões de dólares em seu primeiro fim de semana de exibições nos Estados Unidos, não conseguiu dominar a bilheteria como o longa original.

Malévola, lançado em 2014, faturou cerca de 70 milhões em sua estreia, alcançando quase o dobro do faturamento do segundo capítulo.

E a bilheteria decepcionante de Malévola pode comprovar uma tendência preocupante: os remakes da Disney estão perdendo o fôlego.


De acordo com um artigo publicado pelo site CBR, Malévola 2 sofreu com o mesmo problema de Dumbo. O público não sente tanta nostalgia por A Bela Adormecida, e uma história da vilã do longa que não se baseia em nenhuma obra anterior da empresa sempre foi uma aposta arriscada.

Além disso, com o relativo fracasso crítico de O Rei Leão, parte do público pôde perceber que certos remakes não acrescentam nada na obra original.

No entanto, o grande problema de Malévola 2 pode ter outro nome: Coringa. O filme de Angelina Jolie foi obrigado a concorrer com o gigante de Joaquin Phoenix, que já dominava as bilheterias desde sua estreia.

Além disso, Malévola 2 dividiu a atenção do público com Zumbilândia 2 e O Exterminador do Futuro 6.

Malévola 2 continua em cartaz nos cinemas.