De acordo com o site The DisInsider, o remake live-action de Mulan, da Disney, deve estar passando por problemas. E agora teremos um longo período para o estúdio consertar tudo.

O site afirma que o longa passará por 4 meses de refilmagens, um período muito extenso quando comparado ao processo básico (que geralmente leva 1 ou 2 semanas). De acordo com fontes próximas à produção, as refilmagens começam neste mês de outubro, se estendendo até fevereiro do ano que vem.

Aparentemente, as sessões-teste do filme não foram muito positivas, visto que a produção já recebeu críticas por não trazer o personagem Mushu nem as canções da animação original. Porém, o foco das refilmagens estaria nas cenas de batalha.


Na versão live-action de Mulan, que tem Liu Yifei como protagonista, Jet Li (Herói, Os Mercenários) será o imperador da China, enquanto Gong Li (Memórias de Uma Gueixa) encarna uma nova vilã feiticeira. Utkarsh Ambudkar (A Escolha Perfeita) e Ron Yuan (Marco Polo) também estão no elenco.

Mulan é a aventura épica de uma jovem destemida que se disfarça de homem para combater os Invasores do Norte que estão atacando a China. A filha mais velha de um honrado guerreiro, Hua Mulan, é espirituosa, determinada e muito ágil. Quando o imperador emite um decreto que um homem de cada família deve servir no exército imperial, ela entra em cena para tomar o lugar de seu pai doente como Hua Jun, tornando-se um dos maiores guerreiros da China.

A direção é de Niki Caro (Encantadora de Baleias). Rick Jaffa, Amanda Silver, Elizabeth Martin e Lauren Hynek roteirizaram.

O live-action de Mulan estreia no Brasil em 26 de março de 2020.