O premiado diretor Martin Scorsese não pretende mudar a posição dele sobre a Marvel. No Festival de Cinema de Londres, o cineasta voltou a atacar os filmes de heróis da editora. 

Além de repetir a crítica de que o que a Marvel faz “não é cinema”, Scorsese ainda quer ver os longas fora das telonas. Para o diretor, a experiência da editora é como em um parque de diversões. 

“O valor de um filme que é como um parque de diversões, por exemplo os da Marvel, em que os cinemas viram parques de diversões, é uma experiência diferente. Como disse antes, não é cinema, é outra coisa. Se você vai ou não, isso é outra coisa e não deveríamos ser invadidos por isso. É um grande problema e nós precisamos que os donos dos cinemas se juntem e exibam filmes que são narrativas”, declarou o diretor. 


Há até vídeos com a declaração no evento. Confira abaixo. 

Antes, Scorsese fez as críticas em entrevista para Empire. A declaração gerou respostas de nomes famosos da Marvel, como Robert Downey Jr. e Samuel L. Jackson

“Eu não os assisto. Eu tentei, sabe? Mas isso não é cinema. Sinceramente, o mais perto que eu consigo pensar sobre eles, por mais que sejam bem feitos, com os atores fazendo o melhor que podem sob essas circunstâncias, é parque temático. Não é o cinema de seres humanos tentando passar experiências psicológicas e emocionais para outro ser humana”, disse o cineasta. 

O diretor está em divulgação de O Irlandês, que chega à Netflix em 27 de novembro.