De acordo com o Hollywood Reporter, o presidente da Sony, Tom Rothman, está interessado em vender os direitos de Mestres do Universo para a gigante do streaming, Netflix.

O motivo: Rothman acredita que o projeto é arriscado e caro demais. Na visão do estúdio, há uma grande chance de trazer prejuízo caso seja exibido nos cinemas.

Por conta disso, a Sony entrou em negociações com a Netflix para que Mestres do Universo possa ser distribuído pelo serviço de streaming. Fontes contam que as negociações estão no início, mas este pode ser o início de uma grande parceria entre Sony e Netflix.


A Sony estaria mais cuidadosa com o que lança nos cinemas especialmente depois do grande fracasso de MIB: Internacional. O estúdio anda vivendo anos complicados – e só não chegou ao fundo do poço por conta dos sucessos de Homem-Aranha e seus derivados, como Venom, e Jumanji: Bem-Vindo à Selva.

A Sony agendou Mestres do Universo para março de 2021, mas ainda não se sabe a data de lançamento que pode ter na Netflix. No elenco, Noah Centineo está oficializado como o protagonista, He-Man.