A franquia O Exterminador do Futuro quer voltar à suas raízes com O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, que vai eliminar toda a história contada após o segundo filme, O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final (1991), servindo como uma sequência direta para o clássico.

Ao que tudo indica, a estratégia será um sucesso, já que as previsões para a bilheteria de estreia de O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio são melhores do que o esperado.

De acordo com o Deadline, números iniciais afirmam que O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio vai abrir sua bilheteria com US$ 40 milhões nos EUA, o que o colocaria com a terceira melhor bilheteria de estreia da franquia.


A frente do novo filme só ficariam O Exterminador do Futuro 3 – A Rebelião das Máquinas (2003) e O Exterminador do Futuro: A Salvação (2009).

“27 anos após os eventos de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, um novo e modificado Exterminador de metal líquido (Gabriel Luna) é enviado do futuro pela Skynet para exterminar Dani Ramos (Natalia Reyes), uma híbrida de ciborgue com humana (Mackenzie Davis) e seus amigos. Sarah Connor (Linda Hamilton) vai a seu auxílio, assim como o Exterminador original (Arnold Schwarzenegger), em uma luta pelo futuro”, diz a sinopse do novo filme.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio chega aos cinemas brasileiros em 1° de novembro.