Joaquin Phoenix, o astro de Coringa, vai deixar os acionistas e executivos da Warner Bros. furiosos.

Em uma entrevista ao Los Angeles Times, Joaquin Phoenix deixou bem claro que voltar a viver Arthur Fleck/Coringa nos cinemas não é o que ele tem em mente no momento, principalmente se o retorno for motivado por dinheiro.

“Eu acho que o medo está em ficar preso em fazer algo repetidamente e que você não se importa tanto assim, que não te motiva ou te empolga. Parte da atração pra mim [em Coringa] é que não havia expectativa. Eu não assinei um contrato para fazer [mais filmes]. Foi apenas um. Eu não vou fazer uma sequência só porque o filme foi bem-sucedido, isso é ridículo”, desabafou o astro.


O diretor Todd Phillips também não tem interesse em Coringa 2 nesse momento. Em entrevista ao Los Angeles Times, ele admitiu que já conversou com Joaquin Phoenix sobre isso, mas garantiu que essa possibilidade não existe agora.

“Nós não conversamos muito sobre isso [Coringa 2]. Nós apenas conversamos sobre o fato de que se algum dia fizermos um – e não estou dizendo que vamos, porque agora não vai acontecer – ele não poderia ser um filme selvagem e louco sobre o Palhaço do Crime. Isso simplesmente não nos interessa”, declarou o diretor.

Ou seja, apesar do sucesso de Coringa, que deve chegar a US$ 1 bilhão em bilheteria mundialmente, Joaquin Phoenix não está tão interessado assim em retornar para um possível Coringa 2. Ao que parece, a Warner vai ter que procurar alternativas.

Coringa está em exibição nos cinemas.