Nas últimas semanas, foi revelado que Tim Miller, diretor de O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, brigou com o produtor James Cameron durante as filmagens do longa.

Agora, em entrevista ao site MovieWeb, Tim Miller declarou que nunca mais quer trabalhar com James Cameron e que não foi a experiência em O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio o fator determinante para essa decisão.

“Eu posso dizer que não, mas não tem nada a ver com nenhum trauma relacionado à experiência que tivemos. Diz mais respeito a não querer estar em uma situação na qual eu não tenho controle do que acredito ser o certo”, desabafou Tim Miller.


O cineasta ainda declarou que recebeu um e-mail de James Cameron pedindo desculpas, mas defendeu sua posição como diretor e afirmou que seu trabalho é, “defender o filme”.

“Eu recebi um e-mail dele na semana passando dizendo, ‘eu sei que nos desentendemos um pouco. Culpo isso em duas pessoas criativas, com opiniões diferentes e que fizeram um filme melhor. Estarei de volta em dezembro, vamos beber uma cerveja’. Mesmo que o Jim e outros sejam os produtores e tenham o poder final sobre o último corte, o meu nome ainda vai estar como diretor. Mesmo que eu perca essa luta, eu ainda sinto a obrigação de brigar porque é esse o papel de um diretor, lutar pelo seu filme”, disparou.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio está sendo considerado um dos grandes fracassos de bilheteria de 2019, estreando com míseros US$ 29 milhões em seu primeiro fim de semana.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio está em exibição nos cinemas.