O reboot de As Panteras chegou aos cinemas na última quinta-feira (14 de novembro), e se tornou um grande fracasso em bilheterias.

Até o momento, em quase uma semana de exibições, o filme arrecadou apenas US$ 27,8 milhões.

Esse resultado nas bilheterias tem frustrado – e muito – a diretora Elizabeth Banks, que está culpando o machismo do público pelo fracasso.


Em uma recente entrevista ao Herald Sun, Banks atacou até os filmes de super-heroínas da Marvel e da DC para tentar justificar os péssimos resultados de As Panteras.

“Olha, as pessoas precisam comprar ingressos para assistirem ao filme. É algo que obviamente precisa fazer dinheiro. Do contrário, só reforça o estereótipo de Hollywood que homens não gostam de mulheres em franquias de ação.

Eles vão em filmes de super-heróis como Mulher-Maravilha e Capitã Marvel porque fazem parte de um gênero masculino. Mesmo que sejam sobre mulheres, eles ficam dentro de um contexto maior de quadrinhos. Então, sim, você está assistindo Mulher-Maravilha sabendo que aquilo está preparando o terreno para Liga da Justiça e outros personagens.

Por sinal, fico muito contente que Mulher-Maravilha e Capitã Marvel tenham sido bem-sucedidas nas bilheterias, mas nós precisamos de mais vozes. Precisamos que mais mulheres sejam apoiadas nas bilheterias, porque isso é poder. Dinheiro é poder.”

As Panteras está em exibição nos cinemas brasileiros, e é estrelado por Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska.