ALERTA DE SPOILERS

Como havia sido prometido pela atriz Linda Hamilton, a cena de abertura de O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio chocou todos os fãs.

O filme começa com Sarah e John Connor numa praia, um ano após os eventos de O Exterminador do Futuro 2.


Na cena, um Exterminador (Arnold Schwarzenegger), mesmo com a Skynet já destruída no segundo filme, segue com sua missão de matar John, e o assassina em frente sua mãe.

Essa foi uma mudança drástica que impactou o restante do filme, afinal, todos os anteriores foram embasados em Connor se transformando no líder da resistência humana contra a Skynet.

Como vemos no desenrolar da trama, isso pôs fim a história da Skynet governar o mundo, distanciando assim a trama de tudo que veio antes, e dando um novo início a franquia.

No entanto, a maioria dos fãs não gostou nem um pouco dessa decisão tomada. O que não sabíamos até agora é que essa escolha foi feito pelo próprio James Cameron, criador da saga.

“Eu disse: ‘Vamos eliminá-lo nos primeiros 30 segundos. Eles estão sentados em uma pizzaria, um Exterminador entra e o surpreende. Você está em um minuto no filme.’ Todo mundo disse: ‘Sério? Você quer fazer isso?’ Eu disse sim!”, disse o produtor em entrevista à Times.

“Você puxa o tapete por baixo de toda a construção que vem ocorrendo nas últimas três décadas. Coloque seus personagens em um lugar que eles menos gostariam de estar. E adoro a ideia de chocar o público e fazer o inesperado” completou.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio já está em exibição nos cinemas, e conta com os retornos de Arnold Schwarzenegger como T-800 e de Linda Hamilton como Sarah Connor.