ALERTA DE SPOILERS

Se tem algo que o diretor Tim Miller pode dizer que conseguiu com O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio foi a introdução do Exterminador mais mortal da história da franquia.

Interpretado por Gabriel Luna, o Rev-9 pode se liquefazer, deformar suas partes do corpo em lâminas ou tentáculos e até criar uma duplicata, superando facilmente seus antecessores, os modelos T-800 e T-1000 encarregados de matar os Connors.


No entanto, à medida que o filme avança, acontece que, por mais letal que seja o robô, suas ações demonstram suas burrices na missão de matar a futura líder da Resistência, Dani (Natalia Reyes).

A primeira cena de ação encontra o Rev-9, enviado do futuro pela Legião, matando o pai de Dani e assumindo sua forma antes de segui-la para seu trabalho em uma fábrica automotiva mexicana. No entanto, Grace (Mackenzie Davis) embosca-o com uma espingarda, levando a uma briga total que emprega marretas, portas de carro e praticamente qualquer equipamento no chão.

Mas Grace é apenas uma humana aprimorada que só pode operar em alta intensidade por um breve período de tempo. Quando sua bateria se esgota, por assim dizer, o Rev-9 tem oportunidades de usar suas lâminas para matar Grace, mas – por alguma razão – ele continua empurrando, puxando e socando.

Em uma sequência, Grace usa as duas mãos para segurar uma das lâminas, mas ele continua batendo nela enquanto a platéia está claramente esperando que ele transforme a outra em uma ponta afiada e termine o trabalho. É uma jogada estúpida por conveniência da trama.

Depois, quando Dani, seu irmão Diego (Diego Boneta) e Grace finalmente escapam da fábrica, o Rev-9 os persegue com um caminhão, evocando cenas de O Exterminador do Futuro 2. Depois de esmagar carros na estrada, o Exterminador colide com o veículo roubado de Grace, que bate em uma barreira ao lado da estrada.

Comandando um SUV, o Rev-9 acelera em direção ao caminhão, do qual Dani está tentando libertar um Diego imobilizado. Usando sua tecnologia, Grace calcula que, se eles moverem Diego, ele morrerá mais rapidamente; portanto, é melhor se o deixarem.

Ela luta com Dani e simplesmente se afasta quando o SUV bate no caminhão, fazendo com que ambos explodam. É uma condução estúpida, porque tudo o que o Rev-9 tinha que fazer era girar o volante em direção a Grace. O Rev-9 também tinha a habilidade de pular para fora do SUV antes de colidir e atacar Dani e Grace, o que fez com que esse kamikaze fosse ainda mais questionável.

Logo depois disso, Dani e Grace são resgatadas por Sarah (Linda Hamilton), que está caçando Exterminadores como vingança pela morte de John. Com o tempo, eles percebem que a pessoa que está enviando suas principais informações é o T-800, agora conhecido como Carl (Arnold Schwarzenegger), mas para alcançá-lo, eles precisam atravessar a fronteira mexicana para a América.

O Rev-9 se infiltra na patrulha da fronteira, e colide um drone contra o grupo quando eles são presos tentando atravessar para os EUA, mostrando claramente que ele pode atacá-los a quilômetros de distância.

Sobrevivendo a essa provação, os protagonistas escapam da patrulha em um helicóptero, e o Rev-9 tem outra oportunidade de atacar. No entanto, ele estranhamente opta por sequestrar um helicóptero quando ele poderia simplesmente matar toda a força militar lá e usar outro drone.

Além disso, quando o trio, junto de Carl, escapam em um avião da Força Aérea mais tarde, o Rev-9 decide sequestrar um avião próprio, em vez de usar drones controlados pela rede dessa base. Aparentemente, ele adora trabalhar demais e, ao fazê-lo, Miller desperdiça o melhor recurso do antagonista.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio já está em exibição nos cinemas, e conta com os retornos de Arnold Schwarzenegger como T-800 e de Linda Hamilton como Sarah Connor.