Lançado em outubro do ano passado, Coringa se tornou um dos filmes de super-heróis de maior sucesso da história do cinema.

Todo o clamor sobre a obra continua ecoando até agora, e expande seus horizontes para muito além apenas dos fãs da cultura pop.

Protesto

O deputado estadual do Rio Grande do Sul, Rodrigo Maroni, fez uma referência ao filme para protestar durante discurso realizado na Assembleia Legislativa do estado.


Usando uma máscara do vilão ele disse: “Teve o filme Coringa lançado para dizer exatamente o quê: para dizer que sem educação, sem segurança, sem saúde pública, vamos ter uma sociedade de Coringas que vai estar se matando por falta de perspectiva de emprego”.

Ele continuou: “Por isso, quero fazer uma manifestação que, para mim, vai ficar na história”. O protesto foi acompanhado de vaias e aplausos dos outros deputados presentes.

O presidente da Assembleia, Luís Augusto Lara, reprovou o gesto: “Não podemos utilizar esse tipo de indumentária. O regimento só permite a utilização de palavras”, disse.

“Vou solicitar que não se repita isso, porque é proibido pelo regimento interno. Nós, deputados, damos exemplo de respeito ao regimento interno”.

Coringa está disponível no Brasil em Blu-Ray, DVD e plataformas digitais.