Uma das maiores tendências que atingiu o mundo dos filmes nos últimos anos foram os remakes em live-action, que tentam adaptar histórias icônicas para uma nova era. A Disney entrou nessa tendência de várias maneiras, desde versões atualizadas de filmes de princesas como Cinderela e A Bela e a Fera, até o uso de CGI fotorrealista para recontar histórias como O Rei Leão e Mogli: O Menino Lobo.

No final da semana passada, foi anunciado que outro filme amado da Disney entraria na briga, com um remake em “live-action” de Bambi atualmente em andamento. O projeto, que está sendo escrito por Geneva Robertson-Dworet, de Capitã Marvel, e Lindsey Beer, de Chaos Walking, adaptará o filme original de 1942 para toda uma nova geração.

Assim que o potencial remake foi anunciado, os fãs e céticos da Disney ofereceram muitas opiniões sobre o projeto. Um consenso parece ser que a cena mais comovente do filme original – onde a mãe de Bambi é baleada por um caçador fora da tela – ficará ainda mais macabra nesta atualização fotorrealista, não muito diferente de como a morte de Mufasa foi retratada no filme O Rei Leão.


O momento animado já traumatizou as crianças por gerações, o que torna o pensamento de uma atualização em live-action bastante perturbador para alguns.

As reações

“Eu não vou assistir ao Bambi em live-action. Não posso viver novamente com o assassinato da mãe de Bambi, especialmente em live-action”, escreveu uma internauta.

Outro ironizou: “Sim, toda criança só quer ver a mãe de Bambi levar um tiro mortal com CGI meticulosamente preciso.”

“Quem, em sã consciência, quer ver uma versão fotorrealista da mãe de Bambi sendo baleada?”, comentou um terceiro.

A nova versão de Bambi da Disney não conta com data de lançamento.