Quando Félix e Niko deram um carinhoso beijo na novela Amor à Vida, em 2014, muita gente alardeou este como o primeiro beijo gay da TV aberta brasileira no horário nobre, o que não é exatamente verdade. Alarde novamente feito pelo beijo entre Bruna Marquezine e Letícia Colin, que foi ao ar nesta terça-feira (18) na série Nada Será Como Antes mas decepcionou com uma cena que durou questão de segundos.

Mas, como mostramos na lista abaixo, as emissoras tupiniquins já abriram espaço para casais homossexuais antes. Confira:


A novela Mãe de Santo, da Manchete, foi a verdadeira pioneira em 1990.

Mas até a Globo já havia exibido beijo homossexual antes – em Mulheres Apaixonadas (2003).

Em 2011, o SBT quebrou tabu de novo e exibiu beijo lésbico em Amor e Revolução.

Visto que a MTV Brasil sempre quis representar o público jovem, beijo gay não faltou na emissora – principalmente nos programas de “encontros” como o Beija-Sapo e o LUV MTV.

Em 2010, o PSOL quebrou tabus ao colocar um beijo gay na propaganda eleitoral.

Uma dupla de candidatos surpreendeu os jurados do programa Qual é o Seu Talento? ao tascar um beijo em rede nacional (ao vivo!).

Em 2011, a Luciana Gimenez aproveitou a presença do deputado Jair Bolsonaro em seu programa, o Superpop, para colocar um casal de lésbicas de beijando no palco.

A matéria do Jornal Nacional em 2011 destacando a aprovação da união estável homossexual no Brasil teve direito a beijo sim!

Onze anos depois do beijo lésbico em Mulheres Apaixonadas, finalmente o primeiro beijo gay em novela das 9 da Rede Globo: Félix e Niko em Amor à Vida (2014).

No mesmo ano, em Em Família, a Globo exibiu outro beijo lésbico – teve até direito a casamento!