Edgar Ramirez e o Gianni Versace real

Nem sempre Hollywood acerta quando escala esse ou aquele ator para interpretar uma figura real. Seja no cinema ou na TV, às vezes essas escolhas podem se revelar desastrosas – mas a nossa lista é para os casos em que elas deram (muito) certo.

Stranger Things e mais 3 séries de terror que são baseadas em fatos reais

Confira 10 atores de séries que ficaram idênticos às pessoas reais que retratam:

ALEX JENNINGS (The Crown) | Na pele do rei com reinado mais curto da história da Inglaterra, o ator Alex Jennings consegue fazer o espectador simpatizar com um personagem muitas vezes mal falado na história do Reino Unido. O Rei Edward VIII abdicou do trono para se casar com uma divorciada, Wallis Simpson, após apenas 326 dias no cargo.

CAMERON BRITTON (Mindhunter) | Esse ator americano de 32 anos não era muito conhecido antes de aparecer na série da Netflix como Edmund Kemper, um serial killer brutal que se torna o primeiro sujeito da pesquisa de Holden (Jonathan Groff) sobre criminosos violentos. Sua performance é assombrosa, recriando linhas de diálogo retiradas direto de entrevistas com Kemper.

STERLING K. BROWN (O.J. Simpson: American Crime Story) | Ryan Murphy e companhia capricharam na caracterização dos personagens de sua primeira temporada de American Crime Story, mas nenhum ficou tão parecido quando o premiado Sterling K. Brown na pele do advogado Christopher Darden, parte da equipe de acusação de Simpson.

EDGAR RAMIREZ (Versace: American Crime Story) | Já na segunda temporada da série, veremos o ator Edgar Ramirez envelhecido para interpretar o estilista Gianni Versace, que foi morto pelo serial killer Andrew Cunanan nos anos 1990. A maquiagem deixou os dois bem parecidos, assim como o estilo extravagante do figurino.

JUDY DAVIS (Feud: Bette and Joan) | A habilidade de atuação de Jessica Lange e Susan Sarandon importava mais do que sua semelhança real com Joan Crawford e Bette Davis nessa outra série de Murphy. No entanto, a coadjuvante Judy Davis roubou a cena como a colunista de fofocas Hedda Hopper – é impressionante como as duas são parecidas!

LUKE KIRBY (The Marvelous Mrs. Maisel) | Embora a protagonista título dessa série cômica da Amazon, interpretada por Rachel Brosnahan, seja ficcional, ela faz amizade com um comediante muito real: Lenny Bruce, interpretado na série por um Luke Kirby que encarna todos os tiques e o olhar debochado de um dos pioneiros da comédia stand-up.

MEGAN FOLLOWS (Reign) | A série da CW pode ter embelezado seus adolescentes em relação às contrapartes reais, mas a canadense Megan Follows é de fato bem parecida com Catarina de Medici, a calculista mãe do rei Francis. Não bastasse a semelhança, Follows é consistentemente a melhor parte da série, entregando uma atuação frequentemente mais complexa do que o roteiro merece.

REBECCA FERGUSON (The White Queen) | A rainha Elizabeth Woodville era, por todos os relatos históricos e retratos, uma mulher linda. Por isso, a escalação da talentosa Rebecca Ferguson para interpretá-la nessa minissérie de 2013 pareceu justificada, e olhando para a comparação fica claro que as duas são bem parecidas.

MARK RYLANCE (Wolf Hall) | O grande ator faria o pulo para o cinema pouco depois de estrelar essa minissérie da BBC sobre os estratagemas de Thomas Cromwell, um famoso aristocrata britânico que “sussurrou” no ouvido de reis e rainhas. A semelhança entre Rylance e o personagem real é notável.

TONY CURRAN (Doctor Who) | Quando Doctor Who anunciou que seu alienígena viajante do tempo passaria um episódio na companhia de Vincent Van Gogh, fãs de pintura e da série ficaram nervosos – mas tudo deu certo com a contratação de Tony Curran para o papel, já que o ator escocês é muito parecido com o pintor holandês.