Heath Ledger e Jake Gyllenhaal em O Segredo de Brokeback Mountain

O desafio de um ator é sempre encarnar um personagem que pode ter muito ou muito pouco a ver com sua personalidade real, e os 10 atores e atrizes heterossexuais que reunimos abaixo enfrentaram esse desafio ao encarnar personagens gays em filmes.

10 casais de famosos surpreendentes que se formaram em 2017

Ainda além disso, eles filmaram tórridas ou afetuosas cenas de sexo enquanto encarnavam esses personagens, e dividiram a experiência com o mundo em entrevistas. Veja:

Cauã Reymond

CAUÃ REYMOND | O galã brasileiro recentemente filmou Piedade, do diretor Cláudio Assis, e prometeu que seu caso de amor com o personagem de Matheus Nachtergaele no filme será “babado forte”. “Eu não quero dar spoilers, mas transar com o Matheus foi totalmente tranquilo”, disse ele à revista Cláudia. O diretor Assis prometeu “nudez frontal” de ambos os seus astros.

ALEXANDER SKARSGARD | Em True Blood, o ator interpretou duas grandes cenas de sexo gay com o seu personagem, o vampiro pansexual Eric Northman. “Você tem que simplesmente mergulhar na cena e dar o seu melhor. No caso das minhas cenas, ambas são incríveis, intensas, montanhas-russas emocionais. Eu conversei com os dois atores com quem as filmei antes e disse: ‘Se fizermos isso direito, se sentirmos de verdade, será maravilhoso’”.

RYAN KWANTEN | O ator australiano que dividiu uma das cenas quentes com Skarsgard em True Blood teve uma abordagem um pouco diferente do companheiro de cena. “Eu sabia que estava em boas mãos com a HBO e com Alan Ball [criador da série]. Nós australianos não nos levamos muito a sério, então eu só fiz minha parte como ator, não é como se fosse uma ciência complicada”, contou.

MICHAEL DOUGLAS | No telefilme Behind the Candelabra, Douglas interpretou o pianista Liberace, que vive uma relação tórrida com Scott Thorson (Matt Damon). “Uma vez que você dá o primeiro beijo, se torna menos desconfortável. Eu e Matt não ensaiamos as cenas, dissemos um para o outro: ‘Nós lemos o roteiro, não lemos?’”, riu o veterano ator sobre as filmagens. “O difícil com cenas de sexo é que todo mundo é um juiz, todo mundo tem um jeito específico que acha que tem que ser”.

MATT DAMON | Parceiro de Douglas no telefilme de Steven Soderbergh, Damon também falou sobre sua experiência com as cenas mais quentes de Behind the Candelabra. “É atuação, e você precisa fazer o trabalho mais convincente possível. Ninguém nunca me perguntou sobre as cenas de sexo com outras mulheres, ou quão difícil elas podem ter sido, mesmo que eu tenha uma esposa e seja fiel a ela. É tudo atuação”, disse.

HEATH LEDGER | O saudoso ator interpretou um caubói que lutava contra sua paixão homossexual em O Segredo de Brokeback Mountain, no qual contracenou com Jake Gyllenhaal em cenas quentes. “Quando eu tive que beijar Jake pela primeira vez, foi meio surreal. Até o momento em que Ang Lee [o diretor] gritou ‘corta!’ e esse medo idiota de que beijar Jake me faria querer beijar outros homens se dissipou. Depois disso, foi uma questão de: ‘Ok, e qual é o próximo take?’”.

EWAN MCGREGOR | Em Velvet Goldmine, McGregor filmou cena de sexo com Christian Bale no telhado da estação de King’s Cross, enquanto a equipe com as câmeras se posicionou em outro telhado próximo para filmar “um take de longe”. “Nós começamos devagar e tal, é sempre meio constrangedor e bizarro com cenas de sexo. E então meio que entramos no personagem, até que eu percebo ‘bom, a essa altura eu já teria terminado’”, brincou McGregor. “Eu olhei para o outro telhado e a equipe já estava guardando as câmeras! Eles devem ter achado melhor não nos atrapalhar”.

DANIEL RADCLIFFE | Ao interpretar o poeta Allen Ginsberg em Versos de Um Crime, o eterno Harry Potter impressionou em uma cena quente de sexo – e disse em entrevista que o diretor John Krokidas, homossexual assumido, ajudou a entrar no personagem. “John ficava me falando o que eu deveria estar sentindo em cada take. Sexo gay, especialmente pela primeira vez, pode ser muito doloroso, e ele nunca tinha visto uma cena que mostrasse isso de forma realista. Ele queria que fosse um momento autêntico de perda de virgindade”.

EMILY BLUNT | A atriz disse que não viu nenhuma diferença entre suas cenas de sexo heterossexuais em outro filmes e a cena de sexo lésbico em Meu Amor de Verão (2004). “Nunca é algo confortável de se filmar. Você está lá com seus seios para fora esperando uma instrução do diretor e tentando seguir o roteiro, que nunca é muito detalhado. É constrangedor em vários níveis”.

NAOMI WATTS | No papel que a alçou a fama em Cidade dos Sonhos, Naomi Watts interpretou uma cena de sexo lésbica sob a direção de David Lynch. “Eu já tinha beijado garotas em papéis antes, mas não desse jeito. Eu amei ver a cena. Eu acho que ficou muito terna e, ao mesmo tempo, muito erótica. As cenas estavam no roteiro, então me preparei. Foi libertador, de certa forma”.