Black Mirror

Os títulos das séries de TV são muitas vezes enigmas, que os fãs passam horas e, por vezes, temporadas inteiras decifrando. Alguns deles nós listamos abaixo, explicando rapidamente o que significam e como se encaixam na série.

Game of Thrones, Stranger Things e outras séries famosas que só retornam em 2019

Confira:

Black Mirror, “San Junipero”

BLACK MIRROR | A antologia de ficção científica da Netflix não deve seu título apenas às reflexões sombrias (ou seja, um “espelho negro”) da sociedade tecnológica do século XXI. Ao invés disso, Black Mirror se refere à reflexão que vemos em um smartphone ou tela apagada de uma TV ou computador – literalmente, um “espelho negro”.

MAD MEN | O título (que pode ser traduzido como “Homens Irados” ou “Homens Doidos”) é tanto uma referência ao estado emocional e mental dos publicitários mostrados na série quanto a um apelido recorrente a eles nos anos 1950 – afinal, eles são ad men (“homens das propagandas”) trabalhando na Madison Avenue.

Cosima em Orphan Black

ORPHAN BLACK | Muita especulação foi feita quanto ao título da série – por exemplo, ele poderia se referir a Sarah, uma órfã (assim como todas as suas clones) vendida no mercado negro (e resgatada de lá pela Sra. S). No episódio final, exibido em 2017, vemos também que o título de um livro escrito por Helena sobre as desventuras de suas sestras era o mesmo título da série.

THE FALL | A série britânica empresa seus títulos de episódios do poema Paradise Lost, de John Milton, sobre a queda de Lúcifer do Paraíso. O título (“A Queda”) é apropriado porque vemos tanto o serial killer (Jamie Dornan) “caindo” de sua posição privilegiada onde poderia matar quantas mulheres quisesse quanto a detetive que o investiga (Gillian Anderson) passando por problemas emocionais enquanto o caso se desenrola.

Aziz Ansari em Master of None
Aziz Ansari em Master of None

MASTER OF NONE | O título é metade de um ditado popular americano: “Jack of all trades, master of none”, significando alguém que se envolve com todo tipo de atividades, mas não se torna mestre de nenhuma. O título reflete a vida do personagem principal, interpretado por Aziz Ansari, que busca uma atividade ou lugar no mundo onde se encaixe o bastante para se especializar ou se acomodar.

Curb Your Enthusiasm

CURB YOUR ENTHUSIASM | Segundo o criador Larry David, o título começou como uma piada para os fãs de Seinfeld, que se viram animados com a nova criação de seu ídolo: “Era para eles manterem o entusiasmo deles sobre controle. Aos poucos, percebi que era uma boa filosofia para a série. Somos cínicos em relação ao mundo porque manter seu entusiasmo sobre controle te impede de se decepcionar”.

Bob em Stranger Things

STRANGER THINGS | O título, que pode ser traduzido como “coisas mais estranhas”, não se refere simplesmente aos eventos sobrenaturais da série. Ao invés disso, empresta metade de um ditado popular nos EUA: “Stranger things have happened…”, ou “Coisas mais estranhas que isso já aconteceram…”, dito quando confrontado com uma possibilidade distante ou um sonho impossível.

GREY’S ANATOMY | O título da famosa série médica é uma referência dupla: traduzido como A Anatomia de Grey, significa tanto o tema da série (a vida pessoa de Meredith Grey, a protagonista, e seus colegas de trabalho em um hospital) quanto um trocadilho com Gray’s Anatomy (com A ao invés de E), famoso livro de anatomia que se tornou seminal para estudantes de medicina.

SKINS | A clássica série britânica usa uma gíria local para gerar um duplo sentido: “Skins” se refere ao papel usado para enrolar cigarros (legais e ilegais, se é que vocês nos entendem), mas também pode ser traduzido como “Peles”, se referindo às emoções intensas e compulsões físicas retratados com os personagens adolescentes.

IT’S ALWAYS SUNNY ON PHILADELPHIA | O piloto da série foi intitulado It’s Always Sunny on TV (Sempre Está Ensolarado na TV), e quanto a emissora FX aprovou a série e mudou a locação para a cidade de Philadelphia, o título simplesmente seguiu o caminho natural. A frase é bastante irônica, já que a sitcom busca desconstruir os clichês da televisão.