Sitcoms com desventuras familiares estão entre os subgêneros mais comuns da TV americana, mas por algum motivo não nos cansamos de acompanhar as trapalhadas de um grupo bem equilibrado de personagens que, por acaso, formam um núcleo familiar.

Os 10 testes de elenco mais engraçados para personagens famosos das séries

Confira as 10 famílias mais hilárias da TV:

Modern Family

PRITCHETTS/DUNPHYS/DELGADOS (Modern Family) | O clã diverso de Modern Family quebrou tabus da TV americana quando estreou, lá em 2009. É verdade que hoje em dia a série não é tão boa quanto era, mas as trapalhadas em três núcleos continuam: Phil & Claire, com os filhos Luke, Haley e Alex; Jay & Gloria, com os filhos Manny e Joe; e Cam & Mitch, com a filha Lily.

The Middle

HECKS (The Middle) | As trapalhadas desse clã em especial estão chegando ao final, já que a nona temporada de The Middle (atualmente em exibição) será a última. Mesmo assim, é notável quanto tempo Fankie, Mike, Axl, Sue e Brick ficaram no ar, e o quão pouco foram apreciados pelas aventuras constantemente hilárias.

Speechless, nova comédia da ABC

DIMEOS (Speechless) | Perto de outras família que selecionamos aqui, os DiMeos são praticamente estreantes – estão apenas em sua segunda temporada na TV, mas já é difícil imaginar nossas semanas sem as desventuras hilárias dessa família. Maya, Jimmy, Ray, Dylan e JJ (além do membro “honorário” Kenneth, é claro) mostram que lidar com deficiências com bom humor vale a pena.

CHANCES (Raising Hope) | Momento triste da lista – as aventuras cômicas de Jimmy, Virginia, Burt, Sabrina, Maw Maw e Hope foram canceladas cedo demais. Com apenas quatro temporadas e 88 episódios exibidos, Raising Hope poderia ter sido muito mais incrível do que já era com o passar dos anos. Bate até uma saudade!

ALVAREZES (One Day at a Time) | Outra família que estreou há pouco tempo na TV, mas que já nos conquistou – os cubano-americanos Alvarez, do remake de One Day at a Time bancado pela Netflix. Em meio a temas sérios como imigração, direitos LGBT e veteranos de guerra, a série consegue divertir com as trapalhadas dos adoráveis personagens.

Grace and Frankie

HANSONS/BERGSTEINS (Grace and Frankie) | Grace and Frankie, outra produção da Netflix na nossa lista, começa com os maridos de Frank Bergstein e Grace Hanson revelando às esposas que são gays e mantem um caso extramarital um com o outro há décadas. Depois disso, as duas se tornam melhores amigas, enquanto os filhos (e os maridos, agora morando juntos) precisam lidar com uma multidão de outros problemas.

Os Simpsons

SIMPSONS (Os Simpsons) | Impossível não citar a família amarela mais amada da TV – no ar há quase 30 anos, os Simpsons conquistaram milhões de fãs e se estabeleceram como uma das marcas mais confiáveis da TV americana. Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie já são verdadeiros ícones pop, não importa quantas mais temporadas fiquem no ar.

GRIFFINS (Uma Família da Pesada) | Segundo colocado no posto de família mais icônica da animação, os Griffin aparecem na telinha desde 1998, quando Uma Família da Pesada estreou na Fox. Peter, Lois, Chris, Meg, Stewie e Brian não são a família mais funcional da TV, mas sem dúvida estão entre as mais engraçadas (e mais polêmicas).

CONNERS (Roseanne) | Entre 1988 e 1997, nenhuma família resumia melhor a classe média americana do que os Conner, liderados pela matriarca Roseanne. Dan, Jackie, D.J., Darlene e Becky saíram do ar após nove temporadas, mas voltarão a “balançar o coreto” da TV americana a partir de 27 de março, quando o revival faz sua estreia.

Todo Mundo Odeia o Chris

ROCKS (Todo Mundo Odeia o Chris) | Você achou mesmo que deixaríamos os familiares de Chris Rock fora dessa lista? A série, que é muito amada pelo público brasileiro, trazia as desventuras de uma versão adolescente do comediante com os irmãos Drew e Tonya, além da mãe Rochelle e do pai Julius.