Ah, o amor não correspondido… Um drama distintamente adolescente, mas que na realidade acontece em todas as idades. É claro que as séries de TV não iam ficar de fora de retratar esse sofrimento, e de uma forma bem pungente.

Mais fortes juntos: Os 10 casais mais poderosos das séries de TV

Confira:


Dandy Mott em American Horror Story: Freak Show

DANDY MOTT (American Horror Story: Freak Show) | Em sua própria e perturbadora forma, Ryan Murphy criou um conto de paixão não correspondida para a sua American Horror Story – o psicopata Dandy (Finn Wittrock) se apaixonou pelas gêmeas siamesas Dot e Better Tattler (Sarah Paulson), mas apenas uma delas o amava de volta. É claro que só poderia ser nessa série, né?

GEORGE MICHAEL BLUTH (Arrested Development) | A comédia da Fox/Netflix também colocou sua própria e excêntrica reviravolta na trama do amor não correspondido quando George Michael (Michael Cera) se apaixonou pela própria prima, Maeby (Alia Shawkat) – em alguns momentos a série chega a sugerir que Maeby é secretamente adotada, mas nada é confirmado. De uma forma ou de outra, ela não corresponde o sentimento.

CHIP BASKETS (Baskets) | No começo da série, quando conhecemos o protagonista Chip (Zach Galifianakis) retornando da França para os EUA, ele vem junto com sua “esposa” francesa, Penelope (Sabina Sciubba). O problema é que ela só está com Chip para poder ficar nos EUA, e não tem interesse nenhum por ele – e nunca esconde, tampouco.

THOMAS YATES (House of Cards) | Ah, Thomas… O escritor que aos poucos foi envolvido na teia de mentiras do casal Underwood e se apaixonou perdidamente pela rainha gelada Claire (Robin Wright) teve seu destino inevitável cumprido no final da 5ª temporada, quando a agora presidenta o matou, provando que o amor era totalmente não-correspondido.

CASSIDY (Preacher) | É verdade que o vampiro Cassidy (Joseph Gilgun) chegou a passar uma noite com Tulip (Ruth Negga) em Preacher, mas é verdade também que ela só tem olhos de verdade para Jesse (Dominic Cooper). O vampiro se apaixonou perdidamente, no entanto, e continua seguindo Tulip e o padre fajuto por onde quer que eles passem.

Alison Wright em The Americans

MARTHA HANSON (The Americans) | Os fãs de The Americans até conhecem a personagem da excelente Allison Wright como a “pobre Martha”, de tanto que suas inseguranças mais patéticas e seu amor por Philip (Matthew Rhys) foram explorados na série. O espião soviético nunca a amou de volta como ela o amava, com todo o coração.

CAL ROBERTS (The Path) | Embora a relação entre Cal (Hugh Dancy) e Sarah (Michelle Monaghan) seja para lá de complicada nesse drama religioso do Hulu, é bem claro que a paixão dele pela moça não é reciprocada da mesma forma – o fato de que ela se casou com Eddie (Aaron Paul) deveria ser indicativo.

BROCK (Pokémon) | Ele é o rei do amor não correspondido – a piada recorrente do anime de Pokémon é que um dos fiéis escudeiros de Ash, o incorrigível Brock, se apaixona por todas as mulheres que encontra por sua jornada. Acontece que nenhuma delas (nenhuma mesmo) corresponde à paixão – que dó!

EMMA DECODY (Bates Motel) | Emma (Olivia Cooke) escapou de se tornar a “pobre Emma” dos fãs de Bates Motel porque a série lhe deu agência e uma história própria no final, mas assim que a série estreou, a personagem servia para mostrar que Norman (Freddie Highmore) não era capaz de se desprender da influência de Norma (Vera Farmiga), e nem corresponder aos sentimentos da garota.

Dylan O’Brien como Stiles

STILES (Teen Wolf) | O “crush adolescente” de Stiles (Dylan O’Brien) em Lydia (Holland Roden) é documentado desde os primeiros episódios de Teen Wolf, mas a personagem passa por dois namorados sérios antes de aos poucos se aproximar e se apaixonar de volta por ele – uma espera de temporadas a fio que valeu a pena!