Perdidos no Espaço

Na última sexta-feira (13) a sua versão de Perdidos no Espaço, série de ficção científica que fez muito sucesso nos anos 1960 por mostrar uma família perdida no espaço sideral.

Na nova versão, os produtores da Netflix tomaram algumas liberdades e mudaram fatos importantes da versão original para se adaptar ao público atual.

Listamos as 4 diferenças mais importantes da versão nova em relação a versão antiga:

A família Robinson não está sozinha


Na série original, os Robinsons estavam perdidos próximos a um planeta inabitado e somente com uma nave como sua esperança de vida. Na versão da Netflix, a família está perdida junto dos colonos do planeta Jupiter 2, o que abre embate para novas narrativas sobre a importância do trabalho em grupo.

Eles não são mais a família perfeita de antigamente

Ao contrário dos Robinsons antigos, a nova encarnação da família que conhecemos não é mais tão feliz e perfeita como conhecemos. Na realidade, Maureen e John, demonstram ter certo conflitos entre eles, causados pelo longo tempo em que John ficou fora de casa graças ao serviço militar.

O robô da série agora é um alienígena

A Netflix mudou completamente a ideia em torno do robô que acompanha os Robinsons. Enquanto na série original ele era um equipamento vindo de uma civilização humana avançada, na nova série, o robô é um alienígena que ajuda os protagonistas.

A mudança de gênero do antagonista

Na nova versão, o Doutor Smith, principal antagonista da série, agora é uma mulher, a Doutora Smith. Além disso, ela tem motivações diferentes das do vilão original já que está disposta a fazer de tudo para sobreviver, e parece ser bem mais misteriosa nessa nova versão.