É amanha, mes amis! O Festival de Cannes 2018, evento mais importante do cinema internacional, começa nessa terça (08) lá na França, com Cate Blanchett liderando o júri pela Palma de Ouro nesse ano.

Cannes 2018 | John Travolta será homenageado com prêmio pela carreira

Observatório do Cinema deu uma olhada na longa lista de selecionados (dentro e fora da competição principal) e te trouxe todos os filmes que vão dar o que falar durante o festival. Confira:


BLACKKKLANSMANO novo longa do lendário cineasta Spike Lee (Faça a Coisa Certa, Malcolm X) é uma inacreditável história real, sobre o detetive negro da polícia de Colorado (EUA) que se infiltrou na organização racista Ku Klux Klan durante os anos 1970. John David Washington (Ballers) estrela ao lado de Adam Driver, Topher Grace, Laura Harrier e Ryan Eggold.

CLIMAX | A palavra “provocador” foi praticamente inventada para o cineasta Gaspar Noé, cujos filmes são vistos e discutidos ao redor do mundo desde o polêmico Irreversível (2002). Na trama da vez, um grupo de dançarinos de rua se reúne em uma escola abandonada para trabalhar em uma nova apresentação – uma vez lá, resolvem usar drogas pesadas para ajudar a criatividade a fluir. Espere uma experiência lisérgica como Viagem Alucinante (2009).

Uma Thurman e Matt Dillon em The House that Jack Built

THE HOUSE THAT JACK BUILTOutro enfant terrible do cinema europeu está de volta a Cannes após uma temporada “banido” do festival. The House That Jack Built promete ser tão polêmico quanto aprendemos a esperar de Lars Von Trier, contando a história de um serial killer se desenvolvendo durante 12 anos. Matt Dillon, Jeremy Davies, Riley Keough, Uma Thurman e Ed Speleers estão no elenco.

THE IMAGE BOOK | Aos 87 anos de idade, Jean-Luc Godard é tão vital para o cinema quanto nunca – após o experimental Adeus à Linguagem (2004), o mestre francês retorna com The Image Book, mais uma colagem enigmática com uma sinopse igualmente misteriosa: “Nada além de silêncio. Nada além de uma canção revolucionária. Uma história em cinco capítulos como os dedos de uma mão”.

POPE FRANCIS – A MAN OF HIS WORD | O mestre alemão Wim Wenders se voltou para os documentários na fase mais recente de sua carreira. Aos 72 anos, ele dirige um filme sobre o Papa Francisco e sua “mensagem de esperança” no comando da igreja católica – o filme é largamente composto de entrevistas com Francisco, que fala diretamente para a câmera.

3 FACES | Após ser banido pelo seu próprio país, a obra do iraniano Jafar Panahi, que continua fazendo filmes de forma clandestina, só se tornou mais empolgante e vital. 3 Faces se foca em três atrizes iranianas em momentos diferentes de suas carreiras, lidando com as censuras e problemas do regime autoritário do país.

UNDER THE SILVER LAKEDavid Robert Mitchell saiu de Corrente do Mal como um dos cineastas mais empolgantes de sua geração, e o trailer de Under the Silver Lake mostra que ele realizou mais uma obra interessante (no mínimo). Andrew Garfield estrela esse thriller sobre um rapaz apaixonado por sua vizinha, que começa a investigar quando ela desaparece.

EVERYBODY KNOWS | O iraniano Asghar Farhadi (O Apartamento, A Separação) raramente erra, e não é a toa que Everybody Knows, seu novo filme, foi escolhido para abrir o Festival de Cannes 2018. O casal da vida real Penélope Cruz e Javier Bardem viram também marido e mulher no filme – na trama, os dois confrontam seu passado ao voltarem para a Espanha após anos morando na Argentina.

SORRY ANGEL | O cineasta Christophe Honoré fez alguns dos filmes mais populares da França nos últimos anos, como Canções do Amor e Em Paris. A pedida da vez é Sorry Angel, no qual o protagonista é Jacques, um escritor prestes a fazer 40 anos que desconfia que o melhor da vida ainda está por vir. Arthur, um estudante que mora na Bretanha, aparece na vida de Jacques e os dois vivem um romance-furacão.

THE WILD PEAR TREE | O turco Nuri Bilge Ceylan venceu a Palma de Ouro por Sono de Inverno (2014) e o prêmio de melhor direção por 3 Macacos (2008), de forma que claramente é um dos cineastas favoritos de Cannes. The Wild Pear Tree, seu novo filme, é uma saga dramática familiar de mais de 3h passada no interior da Turquia.

GOTTIEssa é a polêmica história do mafioso John Gotti, que foi inocentado de três julgamentos criminosos antes de ser condenado por assassinato, em 1992. John Travolta e sua esposa na vida real, Kelly Preston, estrelam esse filme de Kevin Connolly (Tudo a Perder) que será exibido fora de competição.

THE MAN WHO KILLED DOM QUIXOTEApós a produção mais atribulada de todos os tempos, com várias tentativas atrapalhadas por desastres naturais e acidentes com atores, a versão de Dom Quixote do mestre Terry Gilliam (Brazil, 12 Macacos) vê a luz do dia com Adam Driver, Jonathan Pryce, Stellan Skarsgard e Olga Kurylenko no elenco.

HAN SOLO: UMA HISTÓRIA STAR WARS | O cinema-pipoca invade Cannes com o novo capítulo da saga Star Wars, um derivado mostrando a juventude de Han Solo (agora interpretado por Alden Ehrenreich). Ron Howard (O Código Da Vinci) dirige o longa, que será exibido fora de competição.

FAHRENHEIT 45152 anos depois da adaptação de François Truffaut, a HBO banca a nova versão do clássico livro pós-apocalíptico de Ray Bradbury. Na trama, vemos um futuro em que  bombeiros criam incêndios para queimar todos os livros do mundo – Michael B. Jordan, Michael Shannon e Sofia Boutella estão no elenco.

WHITNEYO diretor Kevin Macdonald (O Último Rei da Escócia) teve acesso a vídeos e áudios de acervo inéditos para criar esse documentário sobre Whitney Houston, analisando em profundidade sua vida e música. Vale lembrar que Macdonald venceu o Oscar de Melhor Documentário por Munique, 1972 (1999).