A lista do Emmy 2018 foi divulgada na manhã desta quinta-feira (12) e como não podia ser diferente, não agradou a todos. Como acontece todo ano, há a lista dos esnobados, que mereciam o seu lugar na premiação, ao mesmo tempo, há aqueles que ninguém esperava ver entre os indicados.

Neste ano, o Emmy, que chega a sua 70ª edição, acontece no dia 17 de setembro, uma segunda-feira. Segundo especialistas, a premiação tenta retomar a audiência, já que aos domingos, a partir de setembro, o futebol americano leva a preferência entre espectadores norte-americanos. A apresentação ficará por conta de Michael Che e Colin Jost.

Confira abaixo as surpresas e os esnobados entre os indicados:


Surpresas

Yvonne Strahovski | Assim como todo elenco de The Handmaid’s Tale, Yvonne merece o destaque está ganhando ao ser indicada para o papel de melhor atriz coadjuvante em série dramática. A sua personagem, Serena, precisou lidar na nova temporada do seriado com altos baixos da própria vida com o das companheiras. A história fez com que a atriz tivesse uma atuação impecável.

The Americans | O seriado conseguiu a sua segunda indicação de melhor série dramática quando chega ao final de sua história, com uma 6ª temporada. A produção que conta com os ótimos Matthew Rhys e Keri Russell pode comemorar essa indicação já como um prêmio pela conclusão do seriado.

Sandra Oh | A veterana atriz arriscou-se ao deixar a consolidada Grey’s Anatomy para embarcar em uma nova jornada. Deu certo. Com Killing Eve, da BBC, a atriz se tornou a primeira mulher asiática a ser indicada para a categoria de melhor atriz em série dramática.

Tatiana Maslany | A protagonista de Orphan Black, que venceu o prêmio de melhor atriz em série dramática em 2016, estava inelegível no ano passado. Depois do lançamento da última e quinta temporada, Tatiana Maslany, que teve um trabalho impecável em frente ao seriado, voltou a aparecer entre as indicadas.

American Vandal | Com o episódio, a série American Vandal, da Netflix, conseguiu beliscar uma indicação de melhor roteiro roteiro em série limitada e telefilme com o episódio Clean Up. A história, que começa com uma estranha pichação em uma escola de ensino médio, é considerada uma das melhores séries da plataforma de streaming. Mesmo assim, ainda não alcançou a mesma popularidade de outras produções.

Barry | Logo em sua primeira temporada, a série cômica da HBO sobre um assassino conseguiu a indicação para melhor série de comédia. O seriado leva vantagem de ter sido lançado recentemente, o que pode ajudar a conquistar o prêmio.

Westworld | Não é surpresa a indicação recebida por melhor série de drama, mas sim pelo fato do seriado ainda estar dominando a premiação. Ano passado foram 22 indicações, contra 21 nesta temporada, só perdendo para Game of Thrones, que teve o número de 22 em 2018. As duas séries pertencem ao mesmo canal, a HBO. Westworld é um ótimo seriado, mas imaginava-se que pela qualidade de outras produções, não iria ter tantos candidatos como teve.

Kelly Jenrette | Handmaid’s Tale também conseguiu indicação para melhor atriz convidada em série de drama. O que chama ainda mais atenção é que a personagem de Jenrette, primeira esposa de Luke no seriado, só aparece em flashbacks.

Emmy 2018 | Game of Thrones bate recor

Esnobados

Modern Family | A série cômica era presença garantida no Emmy desde 2010. No entanto, parece que a sua 9ª temporada não agradou todo mundo e séries novatas como Barry e Glow acabaram ganhando espaço.

Kit Harrington e Emilia Clarke | Dois dos nomes mais famosos de Game of Thrones foram esquecidos. Mesmo com o retorno do épico, Harrington, que já havia sido indicado em 2016 por melhor ator coadjuvante em drama, e Clarke, que teve três indicações (2013, 2015 e 2016) para melhor atriz coadjuvante em drama, não chamaram atenção dos especialistas. Apenas Nikolaj Coster-Waldau e Peter Dinklage conseguiram indicações para a categoria entre o elenco do famoso seriado.

Mandy Moore | Mesmo com a indicação de This Is Us como melhor série de drama, Mandy Moore não ficou entre as melhores atrizes, o que surpreende. Chamada de a mulher de This Is Us, a atriz deu novamente um show nas telinhas – mas acabou não sendo suficiente novamente.

Roseanne | Era esperado que Roseanne Barr, a protagonista do show, e nem a comédia fossem indicadas por conta de comentários racistas da mesma. No entanto, o elenco do seriado, que não tem nada a ver com a polêmica, sofreu com as consequências. John Goodman não foi lembrado entre os melhores atores. Apenas Laurie Metcalf foi reconhecida e concorre a melhor atriz coadjuvante em série cômica.

Maggie Siff | Com excelente trabalho em Billions, a atriz que vive uma coach de performance percorreu uma jornada que levanta a reflexão de escolhas éticas junto ao público. Mesmo com o bom trabalho, foi deixada de lado pelos especialistas.

Liev Schreiber | Desde 2015 o protagonista de Ray Donovan era lembrado entre os melhores atores de drama. Mesmo que a quinta temporada não tenha agradado tanto, o astro seguiu fazendo um bom trabalho, em um novo ano que teve que enfrentar o falecimento da esposa no show.

Twin Peaks | Talvez a maior injustiçada da temporada. Depois de 20 anos, o clássico voltou com uma continuação da história clássica, com um completamente diferente Kyle MacLachlan. No final das contas, Twin Peaks concorre apenas por melhor direção em minissérie, com David Lynch, e melhor roteiro, com David Lynch e Mark Frost.

Alison Brie | A protagonista de Glow foi indicado a um Globo de Ouro no início de 2018. O mesmo não aconteceu no Emmy, ao passo de que o seriado da Netflix é uma comédia de sucesso.

Al Pacino | O astro já ganhou um Oscar de melhor ator por Perfume de Mulher (1993), mas foi deixado de lado mesmo tendo outra ótima atuação como o protagonista de Paterno, que concorre a melhor telefilme.

The Good Doctor | O seriado começou com grande audiência, mas não agradou os eleitores do Emmy. Outro ponto que deve incomodar fãs é de que Freddie Highmore foi esnobado de novo. O ator já era esquecido quando estava em Bates Motel, outra série de sucesso.

Will & Grace | Na década de 90, a sitcom Will & Grace era frequentemente lembrada no Emmy. Em seu revival, não aconteceu o mesmo. Foram apenas duas indicações entre as séries cômicas. Megan Mullally concorre a melhor atriz coadjuvante em série de comédia e Molly Shannon como melhor atriz convidada em série de comédia.