À primeira vista, contar a origem de um dos maiores vilões de todos os tempos não é uma boa ideia.

Porém, o filme batizado de Coringa que o diretor Todd Phillips vai dirigir com o ator Joaquin Phoenix promete ser algo diferente, e cada nova notícia traz algo diferente para se ficar empolgado. Separamos aqui todas as razões para se ficar de olho no novo filme da DC.

Coringa | Ator de GLOW, Marc Maron, confirma entrada no elenco

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

JOAQUIN PHOENIX PROMETE SER UM ÓTIMO CORINGA

Dentre os atores e atrizes trabalhando nos EUA atualmente, não é exagero dizer que Joaquin Phoenix é um dos mais talentosos. Muito seletivo com seus papéis, o ator indicado ao Oscar tem tudo para entregar um retrato memorável do Palhaço do Crime, especialmente após os fãs ficarem decepcionados com o Coringa de Jared Leto.

TODD PHILLIPS É UM BOM DIRETOR

Ainda que a ideia de ter o diretor de Se Beber, Não Case! por trás das câmeras soe estranha para alguns, Todd Phillips é um excelente diretor. Mesmo nos filmes mais fracos, como é o caso das continuações da trilogia de bebederias em Las Vegas, vemos o apuro estético e a condução acima da média do diretor. Ele até emulou bem o estilo de Martin Scorsese com Cães de Guerra, e sua intenção de fazer um filme de máfia com o Coringa é uma ótima abordagem.

O ELENCO COADJUVANTE É INCRÍVEL

A escolha de Phoenix no papel principal já é animadora, e definitivamente deve ter atraído o interesse de outros profissionais da indústria. O veterano Robert De Niro pode se juntar ao filme para interpretar um entrevistador de TV que será crucial para a transformação do protagonista no vilão, enquanto a talentosa Zazie Beetz (de Deadpool 2) viverá um possível interesse amoroso para o Coringa.

O FILME SERÁ SEPARADO DO RESTO DO UNIVERSO DC

Um dos maiores problemas na atual produção de filmes de quadrinhos é a necessidade de querer amarrar todos os filmes e entregar histórias incompletas. Não será o caso de Coringa, que não terá conexão com Batman vs Superman ou a versão de Jared Leto em Esquadrão Suicida, soando como algo mais experimental e próximo de um filme completo. Isso vai garantir uma liberdade que a maioria dos filmes de quadrinhos simplesmente não têm.

SERÁ UM FILME MAIS ADULTO

O fato de ser separado da cronologia também permite que Coringa seja um filme para adultos. Será o primeiro longa-metragem da nova fase da DC a pegar uma censura para maiores de 17 anos, mirando o filme em um público mais maduro. É a oportunidade de vermos um Coringa muito mais violento e dramático do que suas aparições anteriores no cinema, e mostra que a Warner segue o exemplo da Fox com Deadpool e Logan.

A HISTÓRIA SERÁ BASEADA EM A PIADA MORTAL

Quando se fala da origem do Coringa, ninguém fez melhor do que Alan Moore na obra-prima A Piada Mortal. Ainda que não confirmado com todas as palavras, a história deve ser a fonte de inspiração para Phillips e o roteirista Scott Silver, que devem contar a história do Capuz Vermelho e retratar o Coringa como um comediante fracassado.

Dirigido por Todd Phillips e com roteiro de Scott Silver (O Vencedor), as filmagens do filme vão começar em Nova York no próximo mês.

Coringa estreia nos cinemas em 4 de outubro de 2019.

Deixe o seu comentário