Com a estreia da nova temporada de Atypical na Netflix, e levando em conta o leque incrível de personagens da série, resolvemos fazer uma lista com alguns dos personagens mais excêntricos da TV.

Variando entre drama, comédia e até suspense, ficam aqui uma seleção do que a TV americana já trouxe de mais excêntrico.

A Bruxa, Sobrenatural e os melhores filmes de terror na Netflix


O DOUTOR – DOCTOR WHO

Ao longo de seus 50 anos, mas principalmente na atual fase que se iniciou nos anos 2000, o titular Doctor Who é uma das figuras mais deliciosamente excêntricas e carismáticas da TV. Seja por David Tennant, Peter Capaldi, Matt Smith ou a promessa fascinante de Jodi Whittaker como a primeira mulher a assumir o manto do alienígena humanóide viajante do tempo, o Doctor é uma das maiores figuras da cultura pop.

COSMO KRAMER – SEINFELD

Não seria exagero taxar Cosmo Kramer, o vizinho de Jerry Seinfeld em sua série própria, como uma das figuras mais hilárias já criadas na história do audiovisual. Vivido por Michael Richards com uma energia descomunal, Kramer é uma figura excêntrica e que parece habitar outro planeta, desde sua escolha de vestimentas bizarras até o número de ideias mirabolantes que vive tendo em suas aventuras cotidianas. Isso sem falar nas balas de menta.

DALE COOPER – TWIN PEAKS

Excentricidade é praticamente o sinônimo da carreira do diretor David Lynch, que deixou sua marca na TV ao lado de Mark Frost com a revolucionária série Twin Peaks. Praticamente todos os personagens poderiam preencher um posto de excêntrico na seleção, mas nada do que manter o agente especial do FBI Dale Cooper como representante, sendo uma das figuras mais carismáticas e adoravelmente estranhas do seriado. Seu momento de glória? Basta lembrar de seu método de dedução nada convencional envolvendo arremesso de pedras.

DARIUS – ATLANTA

Sempre que a genial Atlanta descamba para o surrealismo, o personagem de Lakeith Stanfield costuma estar envolvido. Vivido pelo ator com um ritmo lento e uma dicção que sempre parece sugerir que está em outro planeta, Darius é divertido justamente por sua estranheza, como bem evidenciado no episódio em que encontra uma forma de fazer dinheiro com filhotes de cachorros.

FEZ – THAT’ 70S SHOW

Dentre todas as figuras carismáticas de That’ 70s Show, o estrangeiro Fez é certamente o mais engraçado. Em uma mistura de não saber falar/compreender a cultura americana e um senso humorístico simplesmente único, Wilmer Walderrama diverte com o estilo sempre inconveniente, mas surpreendentemente galante e implacável de Fez.

SHELDON COOPER – THE BIG BANG THEORY

Grande ícone de uma das maiores séries nerd de todos os tempos, Jim Parsons encontrou o papel de sua carreira com o físico Sheldon Cooper. Criador do termo Bazinga, Sheldon é extremamente excêntrico e socialmente desconfortável, sempre trazendo insultos inadvertidos e observações científicas no momento errado.

SAUL GOODMAN – BREAKING BAD/BETTER CALL SAUL

À medida em que o universo de Breaking Bad foi revelando-se mais colorido do que esperávamos, o advogado trambiqueiro Saul Goodman se destacou como um dos mais divertidos e irreverentes personagens criados por Vince Gilligan. Com ternos dinâmicos e esquemas criminosos hilários, o personagem de Bob Odenkirk foi tão bom que rendeu sua própria série, a excelente Better Call Saul.

BERTA – TWO AND A HALF MEN

Uma das melhores coadjuvantes da extinta série de Chuck Lorre, Berta sempre tinha as melhores tiradas e as reações mais apropriadas à vida louca de Charlie Harper. Sua postura cínica e a misteriosa vida fora da casa, onde trabalhava como empregada, sempre renderam boas piadas e uma performance divertida de Conchata Ferrell.

Crô e os personagens gays mais divertidos do cinema