Com o lançamento de Crô em Família nos cinemas brasileiros, mais uma vez temos um personagem gay assumindo o protagonista de uma grande comédia nacional, algo raro tanto no Brasil quanto nos EUA.

Aproveitando a oportunidade, e também o apelo cômico do personagem de Marcelo Serrado, listamos alguns dos personagens gays mais divertidos do cinema.

Confira:


FRANCK (MARTIN SHORT) – O PAI DA NOIVA 1 & 2

Pra se ter ideia do impacto que o planejador de casamentos vivido por Martin Short em O Pai da Noiva, o ator foi convidado a reprisar seu papel na continuação da comédia com Steve Martin, que nem ao menos envolvia casamentos. É uma performance estereotipada, mas impossível de negar que Short traga uma energia vibrante e divertida durante todas as suas cenas.

NIGEL (STANLEY TUCCI) – O DIABO VESTE PRADA

Stanley Tucci é um dos atores mais versáteis em atividade, bastando observar como ele interpreta o assassino frio em Um Olhar do Paraíso e como utiliza de um sarcasmo ácido para viver o editor Nigel. Um dos primeiros a acolher a perdida personagem de Anne Hathaway em sua cruzada contra Miranda Priestly. É uma interpretação que passa longe do cartunesco, com Tucci transmitindo muita elegância e humor através de uma performance sutil.

PATRICK (EZRA MILLER) – AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL

É bizarro pensar que Ezra Miller, no ano que seu nome tornou-se famoso para os cinéfilos, possa ter feito As Vantagens de Ser Invisível e Precisamos Falar sobre Kevin no mesmo ano. Isso porque o sociopata Kevin não poderia ser mais diferente de Patrick, o amigo gay de Charlie que garante os melhores momentos do filme de Stephen Chbosky, com uma explosão de carisma e energia em praticamente todas as suas cenas – com destaque para a relação com Emma Watson e suas performances na paródia de The Rocky Horror Picture Show.

TOMMY (WOODY HARRELSON) – AMIZADE COLORIDA

Uma performance subestimada em um filme subestimado, Woody Harrelson devora o pouco de tempo de cena que tem em Amizade Colorida, excelente comédia de Will Gluck com Justin Timberlake e Mila Kunis. Na pele de Tommy, um editor de esportes gay, Harrelson é divertido e engraçado, além de quebrar um tabu significativo na relação de homens com esportes.

WALLACE WELLS (KIERAN CULKIN) – SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO

O fenomenal Scott Pilgrim contra o Mundo é uma história com diversos coadjuvantes memoráveis, mas talvez nenhum deles seja tão impagável como Wallace Wells, o colega de quarto e melhor amigo do protagonista. Sempre com um tom de deboche e um sarcasmo irresistível, Kieran Culkin faz um trabalho espetacular como Wallace, e nos faz desejar que tenhamos um filme solo inteiramente dedicado ao personagem.

RAOUL SILVA (JAVIER BARDEM) – 007 OPERAÇÃO SKYFALL

James Bond já teve muitos vilões ao longo de seus 50 anos no cinema, mas poucos tiveram um carisma tão explosivo quanto o Silva de Javier Bardem, principal antagonista de Operação Skyfall. Ainda que não assumido, seu vilão é afetado e constantemente flerta com o Bond durão de Daniel Craig, oferecendo uma dinâmica divertida e que jamais deixa de entreter. O melhor vilão de Bond em anos.

SIMON SPIER (NICK ROBINSON) – COM AMOR, SIMON

Protagonista da adorável comédia romântica lançada neste ano, Simon Spier é um jovem comum que aprende como a lidar com a revelação inesperada de sua homossexualidade no colégio. Graças à performance extremamente carismática de Nick Robinson, Simon acaba se mostrando como um jovem divertido e simpático, e que poderia gerar diversos outros capítulos.

Leia a nossa crítica de Crô em Família