A 3ª temporada de Demolidor já está disponível no catálogo da Netflix, trazendo o ano mais sombrio da vida do defensor de Hell’s Kitchen, no que pode ser uma de suas aparições finais no streaming.

Aproveitando a estreia, separamos alguns dos principais easter eggs e referências presentes na nova temporada do defensor.

Confira:

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A QUEDA DE MURDOCK

De cara, a referência principal da 3ª temporada de Demolidor é o famoso arco A Queda de Murdock (Born Again), de Frank Miller e David Mazzucchelli. A abertura com Matt sendo cuidado pela Irmã Maggie, após os eventos de Os Defensores, é tirada diretamente das páginas da HQ.

MAGGIE GRACE

A Irmã Maggie Grace é outra personagem famosa nos quadrinhos do herói, tendo aparecido pela primeira vez em Daredevil #229, que faz parte do arco da Queda de Murdock. Nos quadrinhos, ela é uma figura recorrente em Diabo da Guarda, HQ escrita por Kevin Smith, Joe Quesada e Jimmy Palmiotti.

THEO NELSON

A 3ª temporada de Demolidor expande a família Nelson e nos apresenta a Theo, irmão mais novo de Foggy Nelson. Theo é tão genial quanto Foggy, mas não seguiu uma carreira parecida com a do irmão, preferindo trabalhar sempre na loja dos seus pais. Peter Halpin vive o personagem, que foi criado especialmente para a série.

CRISE DE FÉ

A crise de fé e a atitude pesada de Matt Murdock na temporada também são derivativas de Diabo da Guarda, onde o personagem passava por uma mudança de espírito, mas por causas sobrenaturais. Em A Queda de Murdock, o protagonista está apenas quebrado fisicamente.

“MÚSCULO, NÃO GORDURA”

Nos quadrinhos, Wilson Fisk sempre fez questão de frisar de que sua forma física não está relacionada a gordura, mas sim músculo. Durante sua cena da pesagem no 2º episódio, vemos o Rei do Crime levantando muito peso, indicando sua força física bruta que já teve alguns momentos de brilho na temporada debutante.

O APRENDIZ SE TORNA O MESTRE

Quando vemos Matt andando pelo lado de fora da igreja, seu figurino é muito parecido com o de Stick, seu antigo mentor vivido por Scott Glenn nas temporadas passadas e em Os Defensores.

O HOMEM INVISÍVEL

Em certo momento, temos uma quotação de O Homem Invisível, dizendo “A vida é para ser vivida, não controlada, e a humanidade é ganhada por continuar jogando diante da face da derrota”, algo que perfeitamente define o arco de Matt Murdock.

TRAJE DA PRIMEIRA TEMPORADA

Durante boa parte do novo ano da série, Matt Murdock rejeita o traje táctil do Demolidor e volta às origens com seu visual ninja, que prevaleceu durante a primeira temporada. É fortemente inspirado na fase de Frank Miller com o herói.

O MERCENÁRIO

O Mercenário é um dos vilões mais icônicos do Demolidor, tendo aparecido pela primeira vez em Daredevil #131, em 1976, quando foi criado por Marv Wolfman e John Romita Sr. Nos cinemas, o vilão foi vivido por Colin Farrell no filme de 2003 com Ben Affleck. Porém, Wilson Bethel promete ser a versão definitiva do personagem.

VISUAL CLÁSSICO DO REI DO CRIME

Mesmo sendo uma alucinação, finalmente vemos Wilson Fisk com o famoso terno branco que iconizou seu visual nos quadrinhos. O fato de vermos Fisk alucinando também é uma referência ao estado do vilão em A Queda de Murdock e Diabo da Guarda.

FELIX MANNING

Felix Manning é um personagem importante em A Queda de Murdock, aparecendo pela primeira vez nos quadrinhos em Daredevil #230, na função de um homem responsável por criar uma roupa autêntica do Demolidor.

A atriz Deborah Ann Woll.

KAREN PAGE E AS DROGAS

Outra referência direta à A Queda de Murdock é o fato de vermos Karen Page em uma situação complicada, e que pode até mesmo envolver um vício em drogas. Deborah Ann Woll certamente merece destaque por tornar Karen uma figura ainda mais trágica.

SEM CAFÉ!

Graças ao herói Luke Cage, que acabou ficando famoso por associar “aquela xícara de café” com sexo, os produtores da Netflix praticamente não trazem mais cenas dos personagens tomando café, para evitar essa conotação. Matt e Karen certamente não tomam café aqui.

O LOGOTIPO DO MERCENÁRIO

O logotipo do time antigo de beisebol de Benjamin Poindexter, alter ego do vilão, é uma bela homenagem ao famoso símbolo do alvo do Mercenário nos quadrinhos.

MERCENÁRIO, ESTRELA DO BEISEBOL

Nos quadrinhos, a relação do Mercenário com beisebol já foi explorada algumas vezes. A primeira vez foi em Bullseye: Greatest Hits, de Daniel Way e Steve Dillon. Na história, vemos o vilão como um promissor arremessador de um time de liga menor, mas que foi exigido a sair de um jogo perfeito. Como vingança a seu treinador, o Mercenário matou um dos jogadores rivais com um taco.

O JOGO PERFEITO

A segunda história do vilão com beisebol veio em Bullseye: Perfect Game, de Charlie Huston, Shawn Martinbrough e Lee Loughridge, quando o personagem resolveu tirar um ano de folga como vilão para se concentrar em uma carreira como jogador de beisebol profissional. Passa longe de ser uma história tradicional de heróis, mas é essencial para os fãs de beisebol por aí.

DEMOLIDOR FAJUTO

Em A Queda de Murdock, o Rei do Crime contrata sim um Demolidor falso para atuar na cidade, mas tratava-se apenas de um sujeito desequilibrado, não do vilão Mercenário.

MERCENÁRIO COMO DEMOLIDOR

Porém, o Mercenário já atuou como o Demolidor nos quadrinhos. Durante o arco de Ann Nocenti e Lee Weeks, o vilão ficou psicótico e até chegou a acreditar que era o próprio vigilante

Demolidor | 3ª temporada filmou cena de luta de 11 minutos em câmera única; veja como foi feita

Desparecido por meses, Matt Murdock (Charlie Cox) ressurge como um homem quebrado, questionando seu futuro como o vigilante Demolidor e advogado Matthew Murdock. Mas quando seu arqui-inimigo Wilson Fisk é libertado da prisão, Matt deve escolher entre se esconder do mundo ou abraçar seu destino como um herói, diz a sinopse da nova temporada.

A 3ª temporada de Demolidor já está disponível na Netflix.