O quinto episódio da nona temporada de The Walking Dead trouxe a muito antecipada despedida de Rick Grimes (Andrew Lincoln). Nessa sua jornada final na série – ele ainda aparecerá em uma trilogia de filmes já confirmada – o protagonista essencialmente revisitou diversos momentos chave de seu passado, reencontrando alguns queridos personagens.

The Walking Dead | Rick e Michonne vão se reencontrar em filme da série, indica showrunner

Durante esses trechos, ainda tivemos algumas referências aos primórdios da série. Aqui estão alguns que valem ser observados.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Confira abaixo:

Os helicópteros

Uma das primeiras visões de Rick em seu último episódio na série mostra um bando de pássaros voando na direção da tela, apenas para se transformarem em um bando de helicópteros. Isso serve como foreshadowing do resgate do personagem nos momentos finais do capítulo, assim como referência direta aos primórdios da série.

Lá atrás, na primeira temporada, vemos um helicóptero refletido nas janelas de um prédio em Atlanta, isso sem contar as diversas vezes que o veículo apareceu nas últimas temporadas.

O último sanduíche

Outro momento desse episódio de despedida mostrou Shane e Rick comendo dentro da viatura. Essa cena é uma recriação da primeira sequência da série, que mostra os dois conversando, antes de Rick levar um tiro e acordar já com os mortos-vivos caminhando.

Aliás, os dois estavam comendo sanduíches, assim como nesse episódio.

Qual é o seu ferimento?

No fim do quarto episódio dessa nona temporada de The Walking Dead vimos Rick ser perfurado por uma barra de ferro, o que ocasionou em sua triste jornada no capítulo seguinte. Durante o quinto episódio ouvimos a voz de Morgan (Lennie James) perguntando a ele “qual é o seu ferimento”.

Essa frase é uma referência direta ao primeiro episódio da série, em que ele faz a mesma pergunta para Rick quando eles se encontram pela primeira vez, verificando se ele não foi mordido por um zumbi. Na época, o ferimento foi provocado pelo tiro que ele levou antes do apocalipse.

Don’t Dead, Open Inside

Uma das frases mais icônicas de The Walking Dead é vista escrita em duas portas dentro do hospital: “Don’t Open, Dead Inside”, que muitas vezes é lida, de brincadeira, como “don’t dead, open inside”, pela forma como foi escrita.

O capítulo de despedida de Rick traz esses dizeres novamente em uma recriação do hospital, com a diferença que, ao invés de “inside”, lemos “outside” (fora, ao invés de dentro).

Chegando em Atlanta

A icônica cena do piloto da série, com Rick entrando em Atlanta a cavalo também é recriada, com a diferença na cor do animal e pelo fato de, agora, ele estar sendo seguido por uma legião de zumbis.

Em todo caso o ciclo é fechado de bela maneira através desse plano.

Exame de paternidade

Já havia sido confirmado anteriormente que Judith é filha biológica de Shane e o assunto foi trazido à tona novamente. Durante o sonho de Rick com Shane, os dois conversam sobre Judith e Shane diz que ela tem seus olhos, enquanto que Rick brinca dizendo que ela não puxou o nariz dele.

A sequência mostra que o xerife encontrou sua paz com isso, além de mostrar sua dor em ter matado seu amigo lá na segunda temporada.

Somos uma família

Nos momentos finais de Rick na série, vemos ele se encontrando com Michonne enquanto alucinava. Ele diz “encontrei vocês”, uma referência ao primeiro episódio, quando ele diz as mesmas palavras para Duane, filho de Morgan, acreditando ter encontrado Carl e Lori (após ter sido golpeado na cabeça).

Os falecidos

O episódio de despedida trouxe de volta alguns queridos personagens, como Sasha, Hershel e Shane. Mas, durante uma sequência em que vemos inúmeros mortos, com Rick em pé sobre eles, podemos ver uma garota de costas, caída, que parece muito como Beth, outra das perdas que os sobreviventes tiveram de presenciar ao longo dessas nove temporadas.

The Walking Dead | Confira fotos e sinopse do primeiro episódio sem Rick Grimes