O futuro de Peter Quill no MCU continua no ar após Vingadores: Ultimato. Sua liderança dos Guardiões da Galáxia é questionada pela chegada de Thor, enquanto uma versão alternativa de Gamora pode estar em qualquer canto do Universo.

O que vai acontecer em Guardiões da Galáxia 3, apenas James Gunn sabe. No entanto, tudo aponta que o Senhor das Estrelas vai estragar tudo mais uma vez.

Confira abaixo 10 vezes que o Senhor das Estrelas vacilou no MCU.


O roubo do Orbe

No primeiro filme dos Guardiões da Galáxia, Peter Quill dança e rouba um Orbe antigo, que no final das contas era uma Joia do Infinito. O roubo do artefato cria uma confusão espacial generalizada, que quase acaba com Quill morto várias vezes. No entanto, sua atitude é justificada: ele estava protegendo o Orbe de pessoas bem piores que ele.

Disputa com Rocket

Fugindo da frota dos Soberanos, Peter Quill e Rocket entram em uma disputa de masculinidade para verem quem é o melhor piloto. Eles terminam se envolvendo em um acidente que quase mata todos os tripulantes, e são duramente criticados por Gamora.

Perdendo Gamora

Dessa vez, a culpa não foi de Peter Quill. Em Vingadores: Guerra Infinita, os Guardiões se separam em dois grupos. O grupo liderado pelo Senhor das Estrelas foi para o planeta Knowhere, para impedir que Thanos tomasse a Joia da Realidade. No entanto, a equipe chega atrasada, e Thanos não apenas consegue pegar a Joia, mas também leva Gamora.

Gamora em Ego

No planeta de Ego, Gamora tenta conversar com Quill sobre seus sentimentos. Demonstrando grande imaturidade emocional, ele tanta evadir das questões discutindo conceitos que Gamora não consegue entender, como séries de TV. A personagem só queria entender o que estava acontecendo entre ele e Ego, e não merecia esse tratamento.

Socorro à Asgard

Os Guardiões demoram para atender o pedido de ajuda dos Asgardianos em Vingadores: Guerra Infinita. Quando eles conseguem chegar para recolher a recompensa, Thor é o único sobrevivente do massacre de Thanos.

Confusão em Kyln

No primeiro filme dos Guardiões, a equipe vai parar em Kyln, uma das prisões mais perigosas do Universo. Um guarda começa a usar o walkman de Quill, e sem conseguir se controlar, ele confronta o agente e leva uma surra memorável. Assim como os outros vacilos de Peter Quill, nesse ele também deixou a razão de lado para seguir o temperamento esquentado e as emoções.

A promessa

Entre os erros de Peter Quill, esse é o que o personagem tem menos culpa. Quando Gamora é capturada por Thanos, ele se relembra da promessa que fez à personagem: caso ela fosse capturada, ele deveria executá-la. Com muito pesar, ele cumpre a promessa e atira na amada. No entanto, Thanos usa a Joia da Realidade e impede que ela seja machucada, já que o vilão precisava dela para obter a Joia da Alma em Vormir.

Ego

Mesmo com todos os Guardiões desconfiando de Ego, Peter Quill confiou em seu pai, mesmo sem ter razão para fazê-lo. É claro, Ego era um maníaco genocida cuja única intenção era dominar o Universo, chegando até a matar a própria mãe do Senhor das Estrelas.

“Então… ele é um idiota?”

Em uma cena divertida de Vingadores: Ultimato, Peter Quill está pronto para roubar a Joia do Poder. Nebulosa e Máquina de Combate retornam ao passado, e Rhodey presencia o personagem dançando como se ninguém pudesse ver. Ele é nocauteado e a Joia é obtida pela dupla rapidamente.

O pior de todos

Entre os erros de Peter Quill, esse foi de longe e pior. Em Vingadores: Guerra Infinita, os heróis estão quase conseguindo tirar a Manopla do Infinito das mãos de Thanos, quando Quill resolve dar uma de machão e socar o rosto do vilão. O ataque foi a chance do Titã Louco para vencer os Vingadores, estalar os dedos e causar a Dizimação. Muita gente ficou revoltada com o “herói” nesse dia.