Atenção! Contém spoilers de Vikings

Entre os filhos de Ragnar, Ivar com certeza é o mais polêmico. Amado por um e odiado por outros, o personagem de Alex Hogh Andersen foi protagonista de alguns dos momentos mais memoráveis da série.

Ninguém pode ignorar que Ivar é um dos personagens mais cruéis, sádicos e violentos de Vikings. Mesmo assim, ele é um dos preferidos dos fãs.


Confira abaixo as piores coisas sobre Ivar que todos gostariam de ignorar.

Fratricida

A personalidade de Ivar foi realmente revelada quando ele mata seu irmão, Sigurd em uma discussão banal. Seu tratamento aos outros irmãos, Ubbe e Hvitserk, também não é dos melhores. Tanto que Ubbe resolve ficar do lado de Bjorn, e Hvitserk acaba traindo Ivar e atacando Kattegat.

Tirano

Durante seu “governo” em Kattegat, Ivar com certeza foi o pior Rei que a vila já viu. Ele exigia ser adorado como um deus, e assumiu uma posição bem maquiavélica para lidar com seus supostos inimigos. Além disso, em todos os momentos ele colocou seus próprios benefícios acima do bem da população.

Sociopata

Sem apresentar remorso nem consciência sobre suas ações, Ivar com certeza pode ser classificado como sociopata. Ele não apresenta empatia nenhuma, não consegue seguir simples regras sociais e usa da violência para resolver qualquer conflito.

Abandonou o próprio filho

Em um eco trágico de sua própria infância, Ivar abandona seu filho Balder para morrer na neve. A criança havia nascido com um defeito no rosto, e procurando manter a imagem de uma família divina e perfeita, ele resolve se livrar do bebê, que para ele representa uma prova de sua inadequação. O bebê não era realmente filho de Ivar, mas ele com certeza acreditava que era.

Impulsivo

Ivar poderia ser um guerreiro perfeito e um governante incrível. Ele é inteligente e esperto, mas seu temperamento esquentado chega na frente. Ele é capaz de perder o controle a qualquer momento, e esquece completamente de tudo para embarcar em um frenesi de violência e caos.

Vaidoso

Como Ivar não tem o movimento das pernas, ele tende a ultra compensar em outras áreas. Ele tem uma preocupação extrema com sua própria imagem, e raramente reflete sobre seus atos e falhas. Seu reinado em Kattegat prova a vaidade de Ivar. Ele queria ser adorado como um deus por seus súditos.

Violento

Não apenas em batalha, Ivar é conhecido pela violência extrema e excessiva. Uma das cenas que provou sua ira assasina foi a da morte do Vidente. Ivar assassina um personagem que estava presente em Vikings desde sua primeira temporada, em uma demonstração de crueldade e frieza.

Matou a esposa

Em uma das cenas mais tristes da quinta temporada de Vikings, Ivar mata Freydis antes de escapar de Kattegat. Mesmo sendo uma personagem odiada pelos fãs da série, ela com certeza não merecia morrer de uma maneira tão fria (e que nem fez muito sentido).

Thora

Vikings é conhecida por suas cenas chocantes. Em uma delas, Ivar ordena o assasinato de Thora e toda a sua família. A amante de Hvitserk foi queimada viva com todos seus parentes, em uma clara prova da insanidade de Ivar.

Complexo

Tudo pode ser dito sobre Ivar. Ele é cruel, impiedoso e maníaco. Porém, ele já demonstrou sua fragilidade emocional ao ser manipulado por Freydis. No fundo, ele parece apenas um garoto que nunca experimentou o amor. Ele com certeza é um dos personagens mais complexos de Vikings, e deve encontrar seu fim de maneira monumental na próxima temporada.

A última temporada de Vikings certamente será focada nas batalhas por poder entre Bjorn (interpretado por Alexander Ludwig) e seu irmão, Ivar (Alex Hogh Andersen).

Vikings vai ao ar no Brasil pelo canal pago FOX Premium 2. A 6ª temporada deve chegar em 2020.