Em suas 4 temporadas lançadas, Lucifer preferiu explorar mais o aspecto policial do Rei do Inferno do que suas habilidades sobrenaturais.

No final da quarta temporada, Lucifer é enviado de volta para o Inferno por uma legião de demônios descontentes. Agora, na quinta e última temporada, a série tem uma grande oportunidade nas mãos.

Como Lucifer voltou para seu Reino, ele terá a chance de interagir com vários demônios e expandir a mitologia infernal da série. E opções não faltam.


Confira abaixo 10 demônios da mitologia cristã e judaica que podem infernizar Lucifer Morningstar na próxima temporada da série!

Beelzebub

Segundo diversas fontes teológicas, principalmente cristãs, Beelzebub é um dos Sete Príncipes do Inferno. A obra Dictionnaire Infernal, uma das mais importantes da demonologia, o descreve como “Rei das Moscas”. Em várias representações, o demônio vem acompanhado de um enxame dos insetos e de um fedor terrível.

Asmodeus

A luxúria é um dos pecados preferidos de Lucifer, e ninguém melhor para acompanhá-lo no Inferno que Asmodeus. O demônio é associado ao sexo e aos prazeres da carne, e sempre foi um dos preferidos para invocações de bruxos e feiticeiros. Em Supernatural, Asmodeus é um dos Príncipes do Inferno.

Agrat Bat Malat

Segundo a cabala, Agrat Bat Malat é uma grande Rainha do Inferno e um dos 4 anjos da prostituição sagrada. Na mitologia, ela é filha de Lilith, e parte dos Lilins, classe de demônios a qual Maze também pertence. Seria interessante ver como Mazikeen interage com sua “irmã”. Malat também é descrita como “A Mestra das Feiticeiras”.

Azazel

Azazel é um dos poucos demônios cujo nome é citado nas primeiras versões da bíblia hebraica. O livro Levítico cita que dois bodes deveriam ser sacrificados no deserto, um para Javé e outro para Azazel. As versões mais modernas da bíblia trocam o nome de Azazel para “bode expiatório”. Assim como Lucifer, Azazel é um anjo caído de muito poder. O demônio também aparece em Supernatural, como o icônico “Olhos Amarelos”.

Leviatã

A verdadeira natureza de Leviatã é dúbia. A bíblia descreve a criatura como um enorme monstro marinho que vive nas profundezas e ressurgirá no final dos tempos para ser derrotado por Behemoth, outra criatura gigante. No entanto, a demonologia medieval associa o monstro ao pecado capital da inveja. Seria interessante ver uma versão humana do Leviatã em Lucifer, principalmente se a última temporada tratar do apocalipse.

Mammon

Mammon também é um dos Sete Príncipes do Inferno. Associado com o pecado da avareza, Mammon preside os assuntos financeiros, e sempre é relacionado com grandes fortunas e a ganância incontrolável dos mais ricos. Lucifer poderia mostrá-lo como um importante homem de negócios, com enorme poder e influência.

Nahemah

Segundo o Zohar, livro ancestral de misticismo hebraico, Nahemah já interagiu com uma personagem de Lucifer: Eva. Após Caim matar seu irmão Abel, a lenda conta que Adão se separa de Eva por 130 anos, vagando pela Terra nesse período. Nahemah o visita no deserto e eles vivem uma noite de amor, que origina demônios conhecidos como “Pragas da Humanidade”.

Mephistopheles

Mephistopheles é o demônio mais associado a pactos e acordos, até mais que o próprio Lucifer. Ele poderia ser usado para libertar o protagonista do Inferno, em um trato que com certeza teria efeitos terríveis. O demônio ficou mais conhecido pelo livro Fausto, de Goethe, que conta a história de um estudioso que vende a alma por conhecimento.

Cavaleiros do Apocalipse

Os 4 Cavaleiros do Apocalipse não são demônios propriamente ditos, mas personificações de conceitos de destruição e morte. Caso a temporada final de Lucifer traga o apocalipse para a Terra, os Cavaleiros com certeza estarão presentes. São eles: Peste, Guerra, Fome e Morte.

Lilith

Entre os demônios dessa lista, Lilith é a única que já foi citada em Lucifer. A série estabelece que a verdadeira Primeira Mulher é a mãe de Maze, e líder da Ordem dos Lilim. É bem provável que ela apareça na próxima temporada, já que Eva foi um dos pontos principais da quarta. Lilith é a primeira companheira de Adão, criada do barro como o primeiro homem. Um símbolo de rebeldia, ela se recusou a se submeter ao marido e foi expulsa do paraíso, se transformando em um dos demônios mais poderosos da mitologia, a verdadeira Rainha do Inferno.

A quinta temporada de Lucifer ainda não tem previsão de estreia.