Vingadores: Ultimato é certamente um fenômeno cultural que tomou conta do mundo. O filme lucrou mais de US$ 2 bilhões e despertou diversas emoções em seus fãs, algumas boas, outras ruins e outras simplesmente patéticas.

O WhatCulture listou as 10 reações mais ridículas à Vingadores: Ultimato que os fãs tiveram.

10. Flores para Tony

Sem dúvidas, assistir um personagem que você gosta muito morrendo é bem triste e Tony Stark é certamente o maior símbolo do universo Marvel nos cinemas, mas isso não impediu que alguns fãs cometessem exageros. Em uma exibição de Vingadores: Ultimato no teatro de Lee Gardens em Hong Kong foram colocadas estatuas gigantes dos personagens do filme. Depois da exibição do filme, um fã apaixonado depositou flores aos pés da estátua de Tony Stark. Não sabemos se sua intenção era fazer uma piada ou não, mas colocar flores em homenagem a um personagem de cinema é um pouco demais, não é mesmo?


9. Sem spoilers

Uma enorme campanha anti-spoilers foi feita pela Marvel durante o marketing de Vingadores: Ultimato, mas nem todos conseguiram aderir ao pedido. A maioria dos fãs conseguiu respeitar ao máximo, evitando discutir a trama do filme na internet, mas por mais incrível que isso pareça, os maiores erros acabaram vindo dos próprios envolvidos no filme. Gwyneth Paltrow divulgou a armadura de Rescue antes da hora, Chris Pratt postou um vídeo com spoilers do filme e a própria Marvel publicou no Twitter um pequeno trailer na estreia do filme, que mostrava o Professor Hulk e a Batalha de Nova York. Que papelão.

8. Os molhos do Infinito

A Manopla do Infinito é uma das coisas mais icônicas de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, o que rendeu diversas homenagens em camisetas, tatuagens e brinquedos. Porém, um fã da Marvel elevou essa devoção ao extremo, publicando no Instagram @UnnecessaryInventions uma Manopla do Infinito que continha os molhos do McNugget do McDonalds no lugar das Joias do Infinito.

7. Discussão sobre o Mjolnir

Cinéfilos debatem qualquer coisa e com os fãs da Marvel isso não é diferente. Desde que Vingadores: Ultimato estreou, muitos fãs estão discutindo fervorosamente se o Capitão América sempre foi digno de utilizar o Mjolnir (como Era de Ultron dá a entender) ou se isso só foi possível agora. Existem argumentos para os dois lados, mas no fim das contas essa discussão é uma grande bobagem, já que essa resposta nunca vai ser definitiva e o que interessa é o fato de que Steve Rogers é digno em Vingadores: Ultimato.

6. Vontade de vencer Avatar (2009)

Recordes existem para serem quebrados e seria legal que Vingadores: Ultimato ultrapassasse Avatar como a maior bilheteria de todos os tempos, mas toda a euforia em torno disso é desnecessária. No fim das contas, ambos os filmes são da Disney, o que torna a competição pouco significativa em termos de mercado. Sim, os fãs da Marvel querem que o filme seja bem sucedido, mas ultrapassar Avatar é tão relevante assim no fim das contas? Tudo indica que não.

5. Comemorar cedo demais

A maioria dos espectadores simplesmente não se importa com quem está na frente em recordes de bilheteria e esse tipo de discussão surge raramente com espectadores casuais. Mesmo assim, quando Vingadores: Ultimato estreou, o hype era tão grande que todos davam como certo que o filme ia ultrapassar Avatar nas bilheterias, o que foi bem constrangedor no fim das contas. Agora, está claro que Vingadores: Ultimato não vai ultrapassar Avatar e que os fãs da Marvel que vibraram com isso acabaram comemorando cedo demais (e atoa).

4. Odiar Brie Larson

Uma das piores coisas da cultura nerd é essa mania de buscar pessoas para odiar. Coincidentemente (ou não) isso sempre se reflete em comentários machistas e misóginos e a mais recente vítima disso foi Brie Larson. Criticar a performance da atriz em Vingadores: Ultimato ou a personagem Capitã Marvel é normal, mas odiar a atriz sem motivo algum é simplesmente ridículo. Gastar seu tempo na internet destilando ódio contra uma atriz é simplesmente uma atitude infantil e patética.

3. Velho Steve substituindo Stan Lee

Com a transformação de Steve Rogers em um senhor de idade ao final de Vingadores: Ultimato, muitas teorias surgiram pela internet. Uma delas diz que Rogers vai substituir Stan Lee e suas participações especiais ao longo dos filmes da Marvel, o que é uma ideia simplesmente ridícula. Chris Evans tem uma carreira pela frente e não é razoável imaginar que ele vai continuar se dedicando ao MCU e aparecendo em todos os filmes da franquia. Deixem o homem em paz.

2. Petição para reviver Tony Stark

Petições estão na moda (veja o caso de Game of Thrones) mas quando elas não envolvem ações de caridade, geralmente acabam sendo bem inúteis. Cerca de 20 mil fãs assinaram uma petição pedindo para que a morte de Tony Stark em Vingadores: Ultimato seja revertida e o personagem volte a fazer parte do MCU, o que é simplesmente ridículo, já que tira totalmente o peso da morte do personagem e o impacto que ela causa na história.

1. A versão do 4Chan

Pior do que a petição que pede o retorno de Tony Stark, só a versão do 4Chan de Vingadores: Ultimato.  Alguns argumentam que isso é apenas uma “brincadeira”, mas todo esse trabalho em torno de uma brincadeira não parece muito plausível. Nessa versão de “fãs” do 4Chan, o filme é editado para tirar tudo aquilo que esse grupo acha “irrelevante” para a trama, ou seja, exclui do filme todas as cenas que envolvem empoderamento feminino, personagens LGBT, piadas e outras partes cruciais do filme. Além de ridícula, essa atitude é bem preconceituosa e infantil e não faz o menor sentido, sendo com toda certeza a coisa mais ridícula que o filme mais bem sucedido da Marvel nos proporcionou esse ano.

Vingadores: Ultimato segue em exibição nos cinemas.

Próximo filme da Marvel, Homem-Aranha: Longe de Casa estreia no dia 4 de julho.