Morgan, de Fear the Walking Dead, passou por diversas experiências traumáticas tanto na série derivada quanto em Walking Dead. O personagem passou por diversas mudanças, se viu em posições de liderança e se questionou diversas vezes sobre seu papel no mundo, chegando inclusive a enlouquecer.

Apesar de todo o conflito em torno do personagem, em alguns momentos Morgan simplesmente não parece fazer sentido, o que acaba irritando muitos fãs da franquia The Walking Dead.

O ScreenRant listou as 10 coisas que não suportamos em Morgan, de Fear the Walking Dead.


10. Ele não consegue decidir quem ele quer ser

Morgan já quis fazer parte de um grupo e depois quis ficar sozinho. Morgan já quis ajudar a todos e depois decidiu não ajudar ninguém. No fim das contas, o personagem nunca conseguiu definir de vez quem ele é, o que irrita profundamente os fãs de Fear the Walking Dead, que querem que o personagem avance. Sim, ele passou por experiências terríveis, mas em um apocalipse zumbi, esse tipo de indecisão só atrapalha ele e as pessoas ao seu redor.

9. Ele é um péssimo líder

Morgan é um péssimo líder, sendo responsável por decisões que sempre colocam seus amigos em perigo tanto em Walking Dead quanto em Fear the Walking Dead. Na estreia da 5ª temporada, o personagem tem a “brilhante” ideia de fazer o seu grupo viajar uma longa distância para salvar um homem chamado Logan. É claro que tudo é obviamente uma armadilha criada por Logan e Morgan acaba caindo direitinho, já que Logan os atrai até lá para “tomar o que é dele por direito”.

8. Ele repete as mesmas coisas o tempo todo

Morgan é conhecido por suas frases repetitivas como, “Tem que haver outro jeito”, “Eu quero ajudar as pessoas”, o que faz com que ele se torne extremamente irritante. Os discursos motivacionais de Morgan – que existem desde The Walking Dead – são extremamente irritantes e ultrapassados. O personagem precisa deixar isso para trás em Fear the Walking Dead, até porque o grupo de Alicia tem muito mais coisas para se preocupar.

7. Ele tenta ser bonzinho demais

Morgan tenta viver seguindo grandes valores, mas o mundo não é mais o mesmo. O personagem tenta usar sua “bondade” para mostrar que é alguém disposto a mudar este mundo, mas no fim das contas ele precisa encarar a realidade e usar as habilidades de combate que ele aprendeu ao longo de The Walking Dead e Fear the Walking Dead.

6. Ele é incoerente

Apesar de ter um bom coração, Morgan demonstra ter uma falta de lógica imensa em alguns momentos. Libertar o líder de um grupo selvagem que matou diversas pessoas do seu próprio grupo não é uma decisão inteligente. Morgan está constantemente agindo de uma maneira incoerente e sem lógica em Fear the Walking Dead, o que acaba colocando todo mundo em risco.

5. Ele faz coisas estúpidas

Antes de migrar para Fear the Walking Dead, Morgan tomou diversas decisões estúpidas em The Walking Dead. A já citada decisão de proteger Owen, o líder dos Lobos, foi extremamente estúpida, já que por conta dela Rick quase foi assassinado no futuro. Esse tipo de ação que Morgan comete é o que faz com que várias pessoas sejam assassinadas ao longo das duas séries.

4. Ele não é um personagem tão bom assim

Morgan foi transferido para Fear the Walking Dead para ser o protagonista da série, mas a grande realidade é que ele não é um personagem tão forte assim a ponto de carregar a série nas costas. Sua participação em The Walking Dead foi bem impactante, mas isso não o credencia a ser um bom protagonista. No fim, Madison tinha muito mais presença do que ele.

3. Ele foge da verdade

Em sua tentativa de salvar a moralidade das pessoas, Morgan parece se cegar da verdade. Mesmo quando Morgan no fundo sabe que a pessoa é ruim, ele ignora esse fato para tentar convencer a pessoa a mudar, o que coloca a vida das pessoas constantemente em risco durante Fear the Walking Dead. Se você está encarando um cara armado que acabou de matar seus amigos, redenção é a última coisa que você tem que buscar pra ele.

2. Sua política de “não matar” não faz sentido

Dá pra entender a motivação de Morgan em Fear the Walking Dead de não querer que o grupo se torne um bando de selvagens assassinos, mas em um apocalipse zumbi, matar é algo inevitável. É claro que as pessoas não precisam ser psicopatas como Negan, mas neste mundo sobreviver é a única coisa que importa e para fazer isso, você vai ter que matar pessoas em algum momento.

1. O personagem desperdiça os talentos do ator

Lennie James é simplesmente fantástico no papel de Morgan, mas a realidade é que o ator não tem um bom material para trabalhar em cima. Os roteiristas de The Walking Dead e Fear the Walking Dead falham constantemente com o personagem e entregam um material aquém ao que Lennie James pode produzir, o que é uma pena. Esperamos que o personagem tenha histórias melhores no futuro da franquia The Walking Dead.

Nos Estados Unidos, Fear the Walking Dead já está em exibição com a quinta temporada.

Enquanto isso, no Brasil a estreia será em 17 de junho, uma segunda-feira, às 23h30, no canal AMC.