Os Vingadores são os donos de uma das sagas cinematográficas de maior sucesso de bilheteria de todos os tempos. No entanto, ao longo de sua jornada de décadas nas histórias em quadrinhos, aconteceram certas coisas das quais a Marvel não exatamente se orgulha.

Aqui, listamos tudo o que a editora quer que você esqueça sobre os poderosos Vingadores.

A primeira história em quadrinhos foi ridícula


A primeira aventura dos Vingadores foi, por acaso, muito estranha. Unidos pelos truques de Loki, os Vingadores consistiam em Homem de Ferro, Thor, Homem-Formiga e Vespa, e se juntavam para lutar contra o Hulk, que na época trabalhava num circo. Um show de acontecimentos e diálogos bizarros.

Como o Capitão América foi descongelado

O Capitão América só se juntou aos Vingadores na quarta edição da primeira revista em quadrinhos da equipe. Antes disso, estava congelado. Mas, como exatamente aconteceu o descongelamento do Capitão América?

Os Vingadores estavam atrás de Namor, que às vezes é super-herói e, às vezes, é um vilão. Na ocasião, era vilão. Namor acaba escapando, mas encontra um grupo de esquimós que idolatram um “poderoso senhor congelado”. Namor quebra o gelo e envia o homem flutuando em águas mais quentes, onde acaba descongelado completamente.

Mais tarde, o homem, que obviamente é o Capitão América, é encontrado pelos Vingadores. Mas para provar que é o verdadeiro Capitão América, primeiro ele precisa ter uma luta idiota contra os personagens que mais tarde se tornariam seus grandes amigos.

Rock: o maior inimigo

Conhece o Defiler? Provavelmente, não. O vilão era um demônio interdimensional que usava o poder sedutor do rock para atrair a juventude dos Estados Unidos, drenando suas “boas vibrações”. Felizmente, o Homem-Formiga salva os pobres jovens rockeiros usando uma motosserra gigante, um skate gigante e uma luva basebol gigante. Não, não podemos explicar.

O irmão de Thanos entra para a equipe

Quem imaginaria que os Vingadores convidaram o irmão de seu maior inimigo, Thanos, para a equipe? Mas o problema não é exatamente este. Eros é poderoso, então seria útil. O problema é que também é um mulherengo muito idiota, que certamente seria acusado de assédio sexual nos tempos de #MeToo.

Uma chata luta contra a Liga da Justiça

Durante a década de 90, Marvel e DC estavam em crise, então decidiram unir forças, o que resultou num grande e clichê crossover. Praticamente não havia enredo sendo trabalhado, apenas lutas aleatórias. Para os Vingadores, foi particularmente ridículo.

Superman deu uma surra no Hulk. Qualquer um que aparecesse em Gotham, levava uma bela coça do Batman. Apenas Thor conseguiu se dar bem contra o Shazam.

O icônico amálgama

A inesperada parceria entre Marvel e DC gerou outras coisas ridículas. Entre elas, a principal foi o Universo Amálgama, que consistia em misturas de personagens populares de ambas as editoras. Os super-heróis que se misturaram? Superman e Capitão América, Batman e Wolverine, Doutor Destino e Doutor Estranho… Um festival de bizarrices.

O Ultimato

Não, não estamos falando de Vingadores: Ultimato. No início dos anos 2000, a Marvel lançou seu banner Ultimate, uma reimaginação moderna de todos os seus personagens clássicos em um universo paralelo. Tivemos Homem-Aranha, um clássico, mas também ganhamos Ultimato, uma história estranha que deturpou muitos dos principais Vingadores.

As artes dos anos 90

Os anos 90 foram uma época difícil para a Marvel. As vendas caíram, as histórias se tornaram complicadas demais e as ilustrações ficaram muito estranhas. Jim Lee, Todd McFarlane e Rob Liefeld fizeram parte da geração de artistas dessa década e todos eles tiveram seus trabalhos controversos, mas enquanto os dois primeiros encontraram sucesso em suas carreiras, Liefeld só pode se gabar por ter sido o “co-criador do Deadpool”.

As ridículas armaduras do Homem de Ferro

Com Robert Downey Jr., o Homem de Ferro se tornou um estrondoso sucesso mundial. Mas a verdade é que, inicialmente, o guarda-roupa do cara era uma bagunça. A primeira armadura, por exemplo, tinha um design atrasado até mesmo para sua época, o que melhorou com a segunda versão. Mas mesmo depois disso, Tony Stark vestiu outros trajes vergonhosos.

O Homem-Formiga mau

O Homem-Formiga foi muito ridicularizado ao longo dos anos por conta de seus super-poderes, mas nada disso justifica as coisas terríveis que já fez. No Universo Ultimate, uma discussão terminou com Hank Pym jogando sua esposa em um repelente de insetos, e mandando suas formigas atacarem ela. Como se não bastasse, em Vingadores # 213, usando o manto de Jaqueta Amarela, Pym socou Vespa por dizer que ele estava agindo como louco.

Os filhos da Feiticeira Escarlate

Nos anos 80, Feiticeira Escarlate tentou fazer dois filhos para si mesma, que seriam descendentes dela e do Visão. No entanto, o que acabou criando foi uma manifestação profana e excessivamente complexa de fragmentos de uma alma demoníaca. O que você precisa saber é que um vilão chamado Mestre Pandemônio passou a usar os bebês da Feiticeira Escarlate como mãos. As histórias em quadrinhos eram mesmo muito confusas naquele tempo.

Todos os filmes dos Vingadores antes do MCU

Com o sucesso do MCU hoje em dia, as pessoas devem se perguntar por que não fizeram filmes dos Vingadores antes. Na verdade, fizeram – separadamente. E foram terríveis. Tivemos o horrível Capitão América dos anos 90. O Retorno do Incrível Hulk, de 1988, com direito a um Thor de baixo orçamento. E quem poderia esquecer que David Hasselhoff interpretou Nick Fury apenas dez anos antes de Samuel L. Jackson assumir o papel?