O Universo Cinematográfico da Marvel está se expandindo para dizer o mínimo, mas depois de 10 anos e 23 filmes, muito material foi deixado na sala de edição.

De filmes a detalhes de personagens, muitas ideias foram simplesmente esquecidas pelos produtores e diretores.

Aqui, contamos alguns dos maiores planos da Marvel que acabaram sendo descartados.


A trama original de Thor: Ragnarok

O futuro de Thor estava indo em uma direção muito diferente no final de Vingadores: A Era de Ultron.

A ideia original foi abatida por cortes, disse o diretor Joss Whedon ao podcast da Empire em 2015, e teríamos um terceiro filme de Thor no qual ele caçaria as Joias do Infinito em sua solidão.

Essa ideia foi descartada quando Taika Waititi foi contratado para dirigir Thor: Ragnarok, servindo como salva-vidas para o deus nórdico.

O verdadeiro vilão de Homem de Ferro 3

De acordo com o diretor Shane Black, a antiga namorada de Tony Stark, Maya Hansen, seria a vilã de Homem de Ferro 3. Em vez disso, a personagem de Rebecca Hall foi drasticamente reduzida.

Por quê? Comercialização de brinquedos. Não, isso não é uma piada. Em 2013, a Marvel não pensava que uma personagem feminina venderia brinquedos.

Capitão América se ajustando à vida moderna

Em 2012, em Os Vingadores, Steve Rogers entra no modo herói depois de acordar décadas no futuro, com o mundo drasticamente mudado.

Muitas cenas foram filmadas mostrando o Capitão América se ajustando aos dias de hoje, mas acabaram sendo cortadas, nos negando a oportunidade de ver mais de Chris Evans em cena.

O Incrível Hulk 2

Depois que Edward Norton deixou o papel de Hulk e a Marvel trouxe Mark Ruffalo, uma continuação do filme de 2008, O Incrível Hulk, ainda estava dentro do planejamento. Mas um filme solo de Hulk com Ruffalo nunca chegou aos cinemas.

A razão nunca foi confirmada, mas provavelmente decorre do acordo entre a Marvel e a Universal Studios.

Treinador

O vilão agora definido para ser o principal antagonista de Viúva Negra quase teve seu próprio filme. Em 2008, a Marvel contratou o diretor Joe Carnahan para trabalhar num longa solo do Treinador, mas em onze anos, nada aconteceu.

O filme foi engavetado pela mesma razão que um filme solo do Hulk de Mark Ruffalo nunca foi feito: complicadas questões de direitos entre os estúdios.

A história de origem de Thanos

Vingadores: Guerra Infinita inicialmente apresentava uma cena de 10 minutos que explicava a história de origem de seu vilão.

Sua benevolência é discutível na melhor das hipóteses, mas talvez um vislumbre da vida tortuosa que levou Thanos ao seu caminho genocida poderia ter feito o público simpatizar com ele. Um pouco.

Sexualidade de Valquíria

A Marvel não tem o melhor histórico quando se trata de representação LGBTQ+, apesar dos esforços de alguns profissionais importantes.

A estrela de Valquíria, Tessa Thompson, abordou o diretor de Thor: Ragnarok, Taika Waititi, para tornar a personagem explicitamente bissexual, assim como é nas histórias em quadrinhos. O diretor até gravou uma cena que deixaria isso claro, mas a mesma foi cortada.