A adaptação de anime de Dragon Ball é irregular, para dizer o mínimo.

Enquanto o primeiro anime é amplamente considerado o melhor de todos (e por uma boa razão), Dragon Ball Z é uma espécie de bagunça lenta que se esforça para adaptar o mangá. A série certamente tem seus altos, mas também tem grande baixas.

Segundo o IMDb, o Dragon Ball original só piora à medida que avança. Aqui, listamos os dez piores episódios do anime.


Super Kamehameha (7,2)

O episódio em que Goku prepara um ataque por metade do tempo de duração, “Super Kamehameha” foi um dos destaques do mangá, mas sua adaptação em anime deixou muito a desejar.

A luta de Goku com o Piccolo é acelerada no mangá, onde cada capítulo serve a um propósito claro, mas o anime diminui muito a luta sem nenhuma razão aparente.

O Fim, O Começo (7,2)

O último episódio de Dragon Ball devia ser um dos melhores da franquia, mas foi um dos piores.

O episódio “O Fim, O Começo” representou um final sem brilho e pouco inspirado que fez uma transição ruim para Dragon Ball Z.

Batalha pelo Futuro (7,1)

O maior problema de “Batalha pelo Futuro” é arrastar o enredo sem nenhuma razão, que é um tema comum entre os episódios mais fracos do anime.

Em consequência, este episódio mostra Goku revelando a identidade de Piccolo ao elenco de apoio, um evento que aconteceu em algumas páginas do mangá. Não é material suficiente para sustentar um episódio inteiro.

Armadilha de Goku (7,1)

O episódio de Dragon Ball, “Armadilha de Goku”, apresenta Goku entrando no corpo do agora gigante Piccolo para salvar Kami.

Mais uma vez, este é um episódio que se dedica muito a um evento que acontece muito rapidamente no mangá.

Vestido em Chamas (7,1)

O episódio “Vestido em Chamas” francamente é simplesmente um episódio chato.

Embora seja bom que a equipe do anime tenha acertado em tentar consolidar a relação entre Goku e Chichi, não é muito interessante ver Goku voando pelo mundo, procurando uma maneira de impedir um incêndio implacável.

Júnior Nunca Mais (7)

O episódio em que Piccolo se transforma em um gigante devia rápido, focando em Goku lutando contra o grande Piccolo, superando-o para salvar Kami e depois partindo para outra no final.

Em vez disso, o episódio realmente se concentra apenas em Piccolo se tornando maior, não tendo nenhuma ação. Não há razão lógica para que esse episódio não tenha coberto mais material.

O Devorador de Chamas (7)

Continuando com a construção de “Vestido em Chamas”, “O Devorador de Chamas” pelo menos teve a chance de remediar o que deu errado no episódio anterior.

Mas em vez disso, simplesmente pouco aconteceu durante o tempo de duração, com o anime não sabendo bem o que fazer.

Terrível Octógono (7)

“Terrível Octógono” é como uma tempestade perfeita de tudo que pode dar errado em um episódio de enchimento.

Goku tem uma solução para seus problemas que claramente não vai funcionar, o único propósito de Chichi é aprender a ser uma boa dona de casa, e Pilaf aparece muito tempo depois que perdeu sua relevância.

Mais Quente Que a Lava (6,7)

“Mais Quente Que a Lava” devia, por todas as contas, ser um dos melhores episódios da história de Dragon Ball.

Infelizmente, o episódio sofre com uma colocação horrível, ocorrendo logo após o treinamento muito longo de Goku. Foi um incômodo horrível, bloqueando o que o público realmente queria ver.

Terror e Peste (5,7)

Um episódio que mal lembra Dragon Ball, “Terror e Peste” se apresenta como uma versão de Hokuto no Ken, outro anime bem popular.

Enquanto isso quase parece legal, o episódio é executado de forma tão medíocre, com animação sem brilho e design de personagens terrível para os vilões do episódio. O treinamento de Goku se presta bem ao enchimento ao qual se propõe, mas é uma confusão.