SPOILERS

Como já é de se esperar da maioria dos filmes da Marvel Studios, Homem-Aranha: Longe de Casa traz diversas referências a outros longas e os quadrinhos da editora.

Aqui, reunimos todos os Easter eggs e referências que pudemos encontrar na nova aventura do Cabeça de Teia de Tom Holland.

Confira abaixo.


Doutor Estranho, Capitã Marvel e Thor

Praticamente todos os filmes da Marvel acabam citando outros heróis. Em Homem-Aranha: Longe de Casa, Peter sugere a Nick Fury que chame Thor ou Capitã Marvel para ajudar a deter os Elementais. De forma similar, a Tia May confunde o Mysterio com Doutor Estranho – chamando-o de Sr. Estranho.

Maleta do Tio Ben

Ben Parker nunca apareceu nessa versão do Homem-Aranha, mas temos uma boa referência ao tio de Peter aqui. A maleta que ele usa para viajar pertenceu a ele, trazendo as iniciais BFP: Benjamin Franklin Parker.

Homem-Hídrico

Todos achávamos que a criatura de água em Homem-Aranha: Longe de Casa era o vilão Homem-Hídrico, mas não foi o caso – sendo apenas uma ilusão de Mysterio. Porém, um dos amigos de Peter diz que a história por trás dele era de um biólogo marinho que se fundiu a uma tempestade, referenciando a origem clássica do Homem-Hídrico nos quadrinhos.

Terra 616

Quando conhecemos Quentin Beck na reunião da SHIELD, ele diz ser de outra realidade. Ele afirma que estamos na Terra 616, uma referência à realidade onde a maior parte dos quadrinhos da Marvel se desenrola. Porém, Beck mentiu, e não há multiverso – ainda – no MCU.

AC/DC

O MCU literalmente começou ao som de AC/DC. O primeiro Homem de Ferro trazia a ótima canção “Back in Black”, apresentando o personagem de Tony Stark. Em Longe de Casa, Happy Hogan coloca essa mesma música quando Peter começa a fabricar seu novo uniforme, e o herói acaba dizendo que ela é do Led Zeppelin.

Quentin Beck cineasta

A origem do Mysterio de Jake Gyllenhaal é bem diferente dos quadrinhos, mas Longe de Casa mantém uma característica icônica. Quando Quentin Beck fabrica suas ilusões, ele assume completamente a persona de um diretor de cinema (assim como o fato de usar uma roupa de captura de performance). É uma boa homenagem ao fato de que Beck era, nos quadrinhos, técnico de efeitos visuais em Hollywood.

Zumbis Marvel

Infelizmente, ainda não teremos os mortos vivos invadindo as telas do MCU, mas há uma bela referência visual. Quando o Homem-Aranha está perdido na surreal ilusão de Mysterio, o vilão projeta uma alucinação onde o Homem de Ferro sai de seu túmulo para perseguir Peter, com o rosto zumbificado aparecendo por trás da máscara quebrada.

Clarim Diário e J. Jonah Jameson

Finalmente! Homem-Aranha: Longe de Casa enfim traz o Clarim Diário e seu infame editor para o MCU. E J. Jonah Jameson é vivido por ninguém menos do que J.K. Simmons, que interpretou o antigo chefe de Peter Parker na trilogia de Sam Raimi. Só isso já vale o ingresso. 

Edifício Baxter?

Ainda na cena em que vemos o anúncio do Clarim Diário, vemos um prédio em obras no centro de Nova York. Ele traz um letreiro dizendo “Não vemos a hora de lhe mostrar o que vem a seguir”, e muitos fãs assumem que seja o Edifício Baxter, lar do Quarteto Fantástico.

Talos e os Skrulls

Na segunda cena pós-créditos de Homem-Aranha: Longe de Casa, descobrimos que Nick Fury e Maria Hill eram na verdade Skrulls se passando pelos espiões – com o Talos de Ben Mendelsohn (de Capitã Marvel) sendo um deles. Eles cobrem o posto de Fury, que estava passando férias no espaço com outros Skrulls.

Homem-Aranha: Longe de Casa está em exibição nos cinemas.