Vilania ou heroísmo, muitas vezes são questões de perspectiva. Os próprios conceitos de bem e mal dependem da moralidade e opiniões de cada um. Por isso mesmo, às vezes certos “vilões” de filmes e séries, contam com motivações extremamente justificáveis.

Isso acontece muito em filmes da Disney, mesmo com vilões que são mais caricaturas do personagens realmente desenvolvidos.

Confira abaixo os 10 vilões da Disney que estavam certos! Ou no mínimo não estavam errados.


Sr. Waternoose

O chefe da Monsters Inc. pode não ser o personagem mais popular de Monstros S.A., mas ninguém pode negar que ele manteve uma dimensão inteira de monstros salva a interferência humana por muitos anos. Acreditando realmente no potencial destrutivo dos humanos (especialmente crianças), ele apenas fez o que achava certo.

Yzma

O grande problema de Yzma foi sua ambição desenfreada. No entanto, a hilária vilã era muito inteligente, e poderia realmente ser uma Imperatriz de respeito e influência. Ela com certeza conhecia melhor os aspectos fundamentais do governo do que Kuzko.

Shere Khan

A versão de Idris Elba de Shere Khan no filme O Livro da Selva, trouxe uma perspectiva diferente sobre o tigre. Khan queria impedir que Mogli destruísse o ecossistema da savana com suas “habilidades humanas”, o que o garoto quase faz no terceiro ato do filme.

Hades

Hades arbitrariamente ficou com o Mundo dos Mortos na divisão do Universo entre seus irmãos. Só isso seria o suficiente para deixar qualquer um revoltado. Além disso, Hades parecia ser rejeitado pelos outros deuses do Olimpo.

Sharpay Evans

Em High School Musical, Sharpay Evans era a verdadeira estrela. Lutando por seu lugar nos musicais de sua escola há muito tempo, e realmente provando seu talento, a jovem sofre uma grande injustiça quando Gabriela chega do nada e rouba seu lugar. No fim das contas, Sharpay não fez nada de errado.

Gantu

Gantu estava apenas fazendo seu trabalho. O comandante tenta capturar Stitch em Lilo e Stitch apenas porque o alienígena era considerado perigoso, e podia colocar a terra em perigo. Além disso, Stitch prova no filme que realmente é perigoso.

Edgar

Em Aristogatas, uma rica madame deixa toda a sua herança para os gatos, mesmo após Edgar passar anos e anos em seu serviço. O mordomo fica irado, e com razão, com o descaso de sua empregadora.

Malévola

Em uma época como a idade média, não ser convidada para um batismo (que era basicamente um evento público), era uma grande ofensa. E como uma mulher importante, Malévola se sentiu ferida por esse descaso. A reação da feiticeira, no entanto, foi um pouco exagerada.

Anton Ego

Com suas ácidas críticas, Anton Ego estava apenas fazendo seu trabalho. A função de um crítico é exatamente apontar erros e acertos. Ego apenas via mais erros do que acertos.

Ursula

Ursula não teve culpa nenhuma na história de Ariel. Para providenciar as pernas que a sereia tanto queria, a Bruxa do Mar literalmente elaborou um contrato com a definição exata do que iria acontecer se Ariel falhasse em beijar o Príncipe. As duas combinaram previamente o método de pagamento, e Ariel assinou o contrato porque quis.

Recentemente a Disney rejeitou um projeto de Sylvester Stallone e Dolph Lundgren porque ele não tinha foco no público feminino. O projeto provavelmente iria para a Disney+ ou Hulu, que agora formam um pacote mais barato que a Netflix com a ESPN+. Você sabia que o novo streaming vai ter interferência no MCU? Confira TUDO o que sabemos sobre a Marvel no Disney+ e a homenagem que a Disney fez para Cameron Boyce acessando o Observatório de Séries.