Nesta semana, a Netflix lança Seis Vezes Confusão, o novo filme do comediante Marlon Wayans. A julgar pela premissa e qualquer tipo de material lançado sobre ele, parece que será mais uma péssima comédia do astro de As Branquelas.

Enquanto nos preparamos para a chegada de Seis Vezes Confusão, relembramos outros filmes bem ruins estrelados e até produzidos por Wayans.

Confira abaixo.


Todo Mundo em Pânico 2 

Talvez seja a escolha mais controversa dessa lista, mas sejamos sinceros: Todo Mundo em Pânico 2 é muito mais sem graça do que o original. As piadas são mais óbvias e escatológicas, e a “trama” é bem menos divertida do que a do primeiro – ou do terceiro, que é infinitamente superior.

O Pequenino

Depois do sucesso de As Branquelas, Marlon Wayans e seu irmão Damon seguiram com um projeto de ideia interessante, mas completamente desastroso. Ele coloca Marlon como um anão, usando a mesma tecnologia de cabeça digital de O Curioso Caso de Benjamin Button, e o resultado é mais constrangedor do que qualquer outra coisa.

Inatividade Paranormal

Tentando ressuscitar o gênero de paródias após Todo Mundo em Pânico esfriar, Wayans mirou em Atividade Paranormal e os filmes de terror do momento, e o resultado é bem sem graça. O filme ainda rendeu uma continuação, que trouxe sátira à franquia Invocação do Mal.

50 Tons de Preto

A paródia de Wayans encontra mais uma vítima: a fan fic de uma obra popular. Em 50 Tons de Preto, Wayans visou tirar sarro da trilogia de EL James, jogando ainda Magic Mike na mistura. Qual a graça de satirizar algo que já é hilário por natureza?

Nu 

Em sua primeira colaboração com a Netflix, Marlon Wayans usa uma premissa inspirada para contar uma história divertida. Temos um homem que misteriosamente se encontra pelado no dia de seu casamento, e passa por diversas situações para entender o que está acontecendo. Como uma proposta bacana se tornou um filme monótono e sem graça é realmente o grande mistério.