Com o fim de Game of Thrones, emissoras e plataformas de streaming visam repetir o sucesso da icônica série da HBO. Produções monumentais, conceitos interessantes e reboots de obras já conhecidas já estão sendo apontado por jornalistas como “os próximos Game of Thrones”.

Porém, a intenção de se espelhar na série da HBO pode prejudicar mais do que ajudar. O site Screen Rant reuniu 10 séries que podem se transformar na nova Game of Thrones.

Algumas delas realmente têm chances de se igualar ou até mesmo superar as histórias de Westeros, e outras devem falhar no processo.


Confira abaixo!

His Dark Materials

Uma co-produção da HBO e BBC, His Dark Materials é baseada na famosa série de livros de Phillip Pullman. A série vai apresentar um mundo completamente novo, com personagens interessantes, mitologia extensa e grande elenco. Os efeitos especiais parecem realmente impressionantes. Porém, uma adaptação da mesma saga nos cinemas se provou um fracasso. A nova série tem agora a oportunidade de corrigir os erros da adaptação cinematográfica.

The Witcher

The Witcher é o principal esforço da Netflix para a criação de uma série de fantasia épica. A série não será baseada no famoso game The Witcher, mas nos livros de Andrzej Sapkowski. Com Henry Cavill no papel principal, a série deve agradar fãs de Game of Thrones pelo seu cenário familiar e tramas cativantes, além de grandes sequências de ação, violência e sexo.

Westworld

Logo após o episódio final de Game of Thrones, a HBO divulgou o trailer da terceira temporada de Westworld. Mesmo ambientada em um mundo completamente diferente de Westeros, Westworld parece estar destinada a assumir a coroa da série. Com personagens complexos e diversas reviravoltas, a série deve seguir por um caminho completamente diferente na terceira temporada.

O Senhor dos Anéis

A obra de George R.R. Martin foi completamente influenciada pelo Senhor dos Anéis de Tolkien. A nova série da Amazon tem a ambição de superar o sucesso de Game of Thrones na TV. Com um orçamento de mais de 1 bilhão de dólares e planos para múltiplas temporadas, a série promete agradar até os fãs mais exigentes.

As Crônicas de Nárnia

Recentemente, a Netflix adquiriu os direitos sobre os livros de As Crônicas de Nárnia. A produção ainda está em seus primeiros estágios de desenvolvimento, dessa forma, sabe-se pouco sobre a trama e a ambientação da série. Mesmo assim, fãs podem esperar uma produção ambiciosa e épica.

The Wheel of Time

Assim como O Senhor dos Anéis, a série de livros The Wheel of Time também serviu como importante inspiração para As Crônicas do Gelo e Fogo. Ambientada em um mundo mágico com inúmeros personagens complexos, a série está sendo desenvolvida pela Amazon. Pouco se sabe sobre a produção, e Rosamund Pike já está confirmada no papel principal.

The Kingkiller Chronicle

Com uma história marcada por magia e música, The Kingkiller Chronicle é ambientada em uma Universidade onde o herói desenvolve seus poderes consideráveis. A série The Kingkiller Chronicle será adaptada pelo Showtime, e também deve trazer um mundo completamente diferente para o público.

O derivado

Com o título provisório de Bloodmoon, o derivado de Game of Thrones será ambientado milhares de anos antes dos eventos da série original. Os chefões da HBO já confirmaram que a série será bem diferente de Game of Thrones, e ao mesmo tempo trará aspectos familiares para os fãs. O elenco é encabeçado por Naomi Watts.

Nunca serão?

Mesmo com produções extremamente ambiciosas, é provável que nenhuma destas séries supere Game of Thrones. Isso não significa que os projetos serão ruins, muito pelo contrário. Porém, tentar se tornar “a nova Game of Thrones” é uma missão quase impossível por um simples motivo.

A maneira como o público consome programas de TV mudou completamente nos últimos anos, e Game of Thrones era o último exemplo de uma série de sucesso monumental que estabeleceu sua premissa há quase uma década e manteve o interesse do público até o final. O fato de a série ser transmitida pela HBO e alcançar o sucesso que alcançou no mundo dos streamings, é mais do que prova deste aspecto.

O número de plataformas de streaming tende a aumentar exponencialmente, com novos concorrentes como Disney+, HBO Max e NBC Universal fazendo frente à Netflix, Amazon e Hulu. A Netflix é conhecida por séries que dominam o zeitgeist por semanas, porém as “maratonas” não permitem que uma série monopolize o mercado por vários meses, como Game of Thrones costumava fazer.