Uma dinastia de poder e política condicionada por relações familiares é o fio condutor de Succession. Esta série original da HBO, de volta desde o dia 11 de agosto com a segunda temporada, aborda uma das indústrias mais polêmicas do mundo: a mídia.

Os negócios dos meios de comunicação e o mundo das grandes famílias que criaram jornais, rádios e canais de televisão, e agora enfrentam a evolução do setor, são alvos de grandes debates

Além de ir fundo na essência da mídia e mergulhar no mundo dos altos negócios, esta trama norte-americana também revela as dinâmicas de poder, pequenas e grandes, estabelecidas nas famílias ao longo do tempo.


Em Sucession ninguém pode confiar em ninguém. Fica claro que a traição está no DNA de cada membro da família Roy. Por isso a série já nos deixou até agora algumas lições que podem ser aplicadas no dia a dia de qualquer empresa familiar.

Transparência é essencial

Em meio a dramas, cobiça e guinadas surpreendentes, Succession ensina que o melhor é não ter dívidas secretas e ser transparente o tempo todo. Por meio de personagens astutos, a produção apresenta a abastada e complicada vida da família Roy, deixando claro que as dívidas secretas podem dar início a muitos conflitos. O drama explora o lado obscuro das histórias familiares e permite sentir os receios gerados pela sede de poder, deixando como ensinamento que tudo é uma questão de confiança.

Ninguém é uma Ilha

A série nos mostra que é preciso aceitar quando se precisa de ajuda. Um dos personagens mais fortes de Succession, o patriarca Logan Roy (Brian Cox), concorda em participar de uma sessão de terapia familiar. Um personagem duro e poderoso, ele reconhece – na hora certa – que precisa delegar responsabilidades. Sua atitude traz à tona o medo que existe por trás da cobiça e revela que, quando evitamos a vulnerabilidade, as pessoas à nossa volta, sejam elas funcionários ou familiares, podem se sentir pouco valorizadas.

Diga me com quem andas

Outra lição é que, tanto no âmbito familiar como no profissional, é importante evitar situações estressantes e analisar com muito cuidado com quem devemos nos associar, ou não. A reputação é algo extremamente valioso e que leva tempo construí-la, mas pode desmoronar em um segundo. Uma prova disso é a reação de Logan ao pensar que seu filho Kendall (Jeremy Strong) ia afastá-lo do cargo: sem ser necessário ele demonstrou que era a única pessoa que podia tomar decisões na empresa. Succession nos faz refletir sobre como as pessoas poderosas, assim como seus conflitos e suas ações, afetam o mundo.

Estes ensinamentos preparam o público para a segunda temporada de Succession, em que as traições, a luta pelo poder e as complexas realidades dos bastidores de cada família continuarão intensas em cada episódio.

O primeiro episódio da segunda temporada de Succession já está disponível na HBO GO, assim como a primeira temporada completa. Succession é exibida todos os domingos às 22 horas na HBO.