Quentin Tarantino é uma grande enciclopédia humana de cinema e cultura pop, e seus filmes sempre são recheados de referências e easter eggs. Não poderia ser diferente com Era Uma Vez em Hollywood, já que é literalmente um filme sobre cultura pop.

Aqui, reunimos algumas das principais referências e easter eggs que encontramos no novo filme do cineasta, de citações à inspirações.

Confira abaixo.


Cigarros Red Apple

A maioria dos filmes de Tarantino traz referências à marca de cigarros fictícia Red Apple. Aqui, temos uma cena pós-créditos onde Rick Dalton grava um comercial de TV para os cigarros, sendo forçado a tragar de sua essência terrível.

Bastardos Inglórios

É uma referência dupla! Quando temos a montagem onde acompanhamos a passagem de Rick Dalton pela Itália, a narração afirma que ele trabalhou no filme Operação Dyno-Mite!, do cineasta italiano Antonio Margheritti. O diretor realmente existiu, mas a referência vai mais longe quando os fãs lembram-se de Bastardos Inglórios, quando o personagem de Eli Roth tentou pronunciar esse nome como disfarce.

À Prova de Morte

Uma grande piada interna para os fãs de Tarantino é a participação de Kurt Russell. Em Era Uma Vez em Hollywood, o ator interpreta um dublê chamado Randy, o que não deixa de ser uma referência ao fato de que viveu o temível Dublê Mike em À Prova de Morte. Seriam irmãos gêmeos?

O caso Natalie Wood

Há um motivo para Cliff Booth ser um nome repudiado na indústria: dizem os rumores que ele matou a própria esposa, e conseguiu evitar prisão por isso. Temos um flashback onde Cliff e sua esposa estão em um barco, e o dublê segura um arpão enquanto ela o provoca. Nunca vemos o ato, mas a história é inspirada pela morte misteriosa da atriz Natalie Wood, que se afagou durante uma viagem de barco com seu marido, Robert Wagner. As circunstâncias de sua morte nunca ficaram claras, e Era Uma Vez em Hollywood se inspira nesse fato.

O Besouro Verde

Quando temos um flashback para explicar o comportamento pouco ortodoxo de Cliff nos sets de filmagens, vemos os bastidores da série de super-heróis O Besouro Verde, que tinha Bruce Lee como co-protagonista. Uma grande luta entre Cliff e Lee acontece, com o mestre das artes marciais definindo seus punhos como “armas letais”.

Zoë Bell

Mais uma presença sempre onipresente nos filmes de Quentin Tarantino, a dublê Zoë Bell ataca como atriz novamente. Depois de atuar como a dublê de Uma Thurman em Kill Bill e ter pequenos papéis em À Prova de Morte, Django Livre e Os Oito Odiados, Bell interpreta uma das produtoras no set de O Besouro Verde, e que dá uma bronca em Cliff.

Fugindo do Inferno

O primeiro exemplo de inserção digital de Leonardo DiCaprio em obras antigas. Ao conversar com Timothy Olyphant no set, Rick Dalton relembra como perdeu o papel principal em Fugindo do Inferno para Steve McQueen, e temos cortes para mostrar DiCaprio inserido no filme de John Sturges.

Arma Secreta contra Matt Helm

Na principal cena envolvendo a Sharon Tate de Margot Robbie, acompanhamos a atriz indo ao cinema para assistir Arma Secreta contra Matt Helm (The Wrecking Crew). Assistimos a cenas na íntegra do filme estrelado por Dean Martin, com cenas da Tate real em exibição.

The F.B.I.

Mais uma brincadeira de colocar DiCaprio em obras antigas. Aqui, vemos a participação de Rick em um episódio da série The F.B.I. No caso, Tarantino recria diversos quadros de um episódio estrelado por Burt Reynolds, que foi uma das inspirações para a criação do personagem – e que estava no filme, antes de seu falecimento.

Batman

Ao longo de toda a projeção de Era Uma Vez em Hollywood, Tarantino traz diversos trechos de programas de rádio e TV da época. Nos créditos finais, ouvimos a divertida gravação de um concurso envolvendo a série do Batman de Adam West, com direito a citação ao “Bat-Telefone”

Era Uma Vez em Hollywood está em exibição nos cinemas brasileiros.