Os efeitos especiais são uma das partes essenciais ao sucesso dos filmes da DC. Sem estas tecnologias modernas, grande parte da ação e poderes dos heróis ficaria apenas na imaginação dos fãs.

Além da utilização mais explícita de CGI, em cenas espaciais ou de batalha, os filmes do DCEU já usaram computação gráfica de modos criativos, que podem ter passado despercebidos pelos fãs.

O site Screen Rant revelou 10 momentos dos filmes da DC em que o CGI quase chegou a enganar os fãs!


A Batalha de Themyscira

Embora na maioria dos filmes cenas de batalha sejam criadas com mais efeitos práticos, a primeira sequência de ação de Mulher-Maravilha foi praticamente toda produzida digitalmente. Dos cavalos à formação das Amazonas, tudo veio do computador.

Cabelos molhados

Um dos efeitos especiais mais interessantes de Aquaman é o do cabelo dos personagens debaixo d´água. A equipe de produção conseguiu traduzir exatamente como o cabelo de pessoas que vivem no mar ficaria em seu habitat natural.

Zod

A armadura do General Zod em Homem de Aço foi toda produzida em CHI. Michael Shannon usou uma roupa especial de captura de movimentos, e o traje foi inserido digitalmente na pós-produção.

Shazam!

Em uma das grandes sequências de ação de Shazam!, o personagem título é jogado contra uma parede em um shopping. Nas gravações, membros da equipe de produção acabaram aparecendo sem querer na cena. Para disfarçar, a pós-produção inseriu instrumentos de limpeza e sacolas nos personagens, para fazê-los parecer com passantes ou clientes do shopping.

Bat-Suit

Normalmente, os uniformes do Batman são produzidos especialmente para os intérpretes dos personagens. Em Batman vs. Superman, no entanto, a armadura de Bruce Wayne era bem maior e mais pesada. Por isso, ela foi inserida digitalmente.

Rússia

Embora o CGI da batalha final de Liga da Justiça seja bem perceptível, até mesmo a cidade russa onde o combate acontece foi produzida completamente por computadores. Foi mais fácil renderizar a cidade inteira do que levar os atores para gravar no país.

Magia

Grande parte do traje de Magia em Esquadrão Suicida é feita em CGI. Cara Delevigne usou apenas um leve tecido verde, e todos os detalhes do figurino, incluindo a coroa, foram produzidos digitalmente.

Mulher-Maravilha

Durante parte das gravações de Mulher-Maravilha, Gal Gadot estava grávida, já com a barriga aparecendo. Para esconder a gestação da atriz, a equipe de produção modificou a forma do abdômen de Diana Prince com CGI.

Atlantis

É claro que Atlantis foi produzida em CGI! Em um ótimo trabalho da equipe de efeitos, a DC consegue trazer para as telas a magia da cidade de Aquaman. Até mesmo as cenas interiores ambientadas em Atlantis foram produzidas digitalmente.

A capa do Superman

Em todos os filmes do Superman de Henry Cavill, a capa do herói foi produzida em CGI. É bem mais fácil criar uma capa digital para o personagem do que investir em uma capa real, que pode fazer o ator tropeçar ou ficar na frente e estragar cenas completas.

Enquanto Raio Negro foi confirmado em Crise nas Infinitas Terras, ainda há especulação sobre o elenco completo. Lynda Carter, que interpretou a Diana Prince na icônica série da Mulher-Maravilha nos anos 70, está em negociações para o crossover. Além dela, Tom Welling, o Clark Kent de Smallville também está. Contudo, ele pode interpretar outro herói que não o Superman. Para ver o pôster vazado do crossover e saber mais sobre o Arrowverse é só acessar o Observatório de Séries.