Apesar de ser amada pelos fãs, The Vampire Diaries trouxe ao longo de suas 8 temporadas alguns pontos negativos em sua trama que valem ser mencionados.

Para falarmos um pouco mais disso, listamos hoje 10 coisas que não fizeram nenhum sentido durante a história da série.

Quase todo mundo se torna vampiro

Até que faz sentido para uma série chamada The Vampire Diaries que quase metade dos personagens tenham se tornado vampiros.


O problema disso, é que torna-se uma ferramenta essencial introduzir com frequência novos dramas e histórias para conseguir manter tudo sempre renovado e interessante – e isso nem sempre aconteceu.

Diferenças entre Originais e os vampiros comuns

Os Vampiros Originais não podem destruídos por nada no planeta Terra, exceto por uma estaca de carvalho branco.

Isso contrasta fortemente com os vampiros que eles criaram ao longo dos anos, que correm o risco de não se transformarem se não consumirem sangue suficiente depois de serem mordidos.

Os vampiros normais também são vulneráveis ​​à verbena, uma erva que cresceu ao redor do carvalho branco.

Elena volta a ser humana

The Vampire Diaries parece ter se inspirado em Crepúsculo quando a personagem principal, Elena Gilbert, se torna uma vampira nas mãos de um amante.

No entanto, ao invés de se apaixonar por seus novos poderes e status sobrenaturais, Elena é angustiada e relutante, nunca tendo desejado ser aquilo.

Controlada mentalmente pelas ordens de Damon, ela quase aceita a nova realidade após a morte do seu irmão, mas é capaz de superar esse elo quase inquebrável e recuperar sua humanidade.

Doppelgängers

Existem imortais no mundo de The Vampire Diaries que não são vampiros ou lobisomens. Silas e Amara iniciaram tudo bebendo um elixir da imortalidade criado pela bruxa Qetsiyah, há mais de mil anos.

O ato de se tornarem imortais interrompeu o cuidadoso equilíbrio da Natureza e, como resultado, os Doppelgängers passaram a existir.

Eles são exatamente iguais as suas versões imortais, e seu objetivo é morrer no lugar deles para preservar o equilíbrio da Natureza.

Os pais de Elena

Elena passou toda a sua vida pensando que Miranda e Grayson Gilbert eram seus pais biológicos, mas tudo havia sido armado por Grayson, que forjou a certidão de nascimento.

Descobrimos que ela é adotada, e que seu tio John Gilbert é seu verdadeiro pai, que se apaixonou por uma amiga da doppelganger de Elena, que mais tarde se tornou uma vampira.

A transformação em vampiro

Ao contrário de praticamente todos os outros vampiros da cultura pop, os seres humanos em The Vampire Diaries não completam sua transformação apenas com uma mordida.

Os humanos que consumiram sangue de vampiro ou foram mordidos, precisam beber pelo menos um gole de outro sangue humano para que possam concluir a transição.

Os diferentes Vampiros Originais

Existem duas subespécies separadas de Vampiros Originais em The Vampire Diaries, com origens e poderes diferentes, mas igualmente loucos.

Alaric Saltzman acabou se tornando o que era conhecido como um Vampiro Original Aprimorado, graças a um feitiço de imortalidade que ligou sua vida a Elena, fazendo-o diferente de outros Originais cuja imortalidade está ligada ao carvalho branco.

Os Vampiros Originais Atualizados usaram um feitiço de imortalidade de engenharia reversa que, de alguma forma, os deixou com um potente veneno de lobisomem capaz de acabar com outros Originais.

Os médiuns

Em uma série em que aparentemente tudo e todos se relacionam de alguma forma, incluindo as várias espécies sobrenaturais, como lobisomens, vampiros e bruxas, os médiuns vieram do nada.

Embora suas habilidades pareçam ocasionalmente semelhantes às das bruxas, eles têm poderes telepáticos e de controle da mente (principalmente o poder de influenciar sutilmente as ações dos outros).

A dimensão dos médiuns

Nas condições certas, os médiuns podem criar suas próprias dimensões, normalmente quando são submetidos a extrema pressão emocional.

Até o momento, parece que apenas Bonnie Bennett e Arcadius, o primeiro médium conhecido, têm essa capacidade.

Copiando títulos de filmes

Muitas séries gostam de fazer trocadilhos ou referências com base em títulos de filmes populares, geralmente se os episódios tiverem alguma semelhança com a obra.

The Vampire Diaries dá um passo um pouco mais preguiçoso, nomeando alguns de seus episódios com títulos originais de filmes (Resident Evil é um deles).