No quesito séries históricas, Vikings é uma das mais populares da atualidade. A história de Ragnar Lothbrok e seus filhos já rendeu 5 temporadas e terá mais uma leva de episódios lançada em breve.

A sexta e última temporada de Vikings deve estrear só em 2020, trazendo os últimos 20 episódios da série. Enquanto isso, existem diversas séries históricas que também merecem uma chance.

Confira abaixo 9 séries históricas para ver enquanto a 6ª temporada de Vikings não chega!


The Last Kingdom

Centrada no polêmico Uhtred de Bebbanburg, The Last Kingdom é uma adaptação de As Crônicas Saxônicas, de Bernard Cornwell. A co-produção da Netflix conta com personagens profundos, grandiosas cenas de ação e muita intriga política, melhorando a cada temporada. Alfred, personagem que aparece em Vikings, também tem uma versão mais madura retratada em The Last Kingdom. A série conta com 3 temporadas e já foi renovada para um quarto ano, cujos episódios devem estrear na Netflix em breve.

Médici

Médici: Os Mestres de Florença é outra produção da Netflix, que vem se destacando no investimento de séries históricas. A primeira temporada é ambientada na Itália de 1429, e acompanha a ascensão de Cosimo de Médici ao comando do mais poderoso banco da época, além de uma parte da construção do famoso Duomo, um dos pontos turísticos mais famosos de Florença. O protagonista é interpretado por Richard Madden, o Robb Stark de Game of Thrones. As temporadas subsequentes saltam 20 anos e focam em Lorenzo de Médici, o Magnífico, neto de Cosimo. A terceira temporada da série deve estrear na Netflix ainda este ano.

Britannia

Britannia é ambientada na época da conquistada romana de Britânia, território que hoje é a Inglaterra e Reino Unido. A série conta com apenas uma temporada, e é uma exploração parte fantasiosa da luta dos celtas contra a ocupação romana marcada pelas forças de Aulus Plautius. A série traz como protagonistas Kerra e Antedia, duas governantes druidas que deixam as rivalidades de lado para lutarem contra os invasores romanos.

The Borgias

The Borgias tem sua trama ambientada na época do Renascimento, e traz às telas uma trama de corrupção, poder e sexo no coração do Vaticano. Com 3 temporadas, a série conta a história da família Bórgia, uma das mais importantes casas nobres do século XVI. Jeremy Irons lidera o elenco como Rodrigo Bórgia, que passa a comandar uma Igreja extremamente corrupta ao se tornar o Papa Alexandre VI. O pontífice escandaliza a sociedade da época trazendo toda sua família, incluindo a ex-esposa, para dentro do Palácio Papal. Manipulando os interesses da Santa Sé para seu próprio benefício, ele transforma um filho em Cardeal e o outro em Comandante dos Exércitos do Vaticano, além de sustentar uma amante mais jovem com os fundos da Igreja e casar sua filha Lucrécia com um nobre italiano para avançar os interesses da família. Infelizmente, a série terminou com um final aberto após ser cancelada depois da 3ª temporada.

Marco Polo

Para quem gosta de Vikings pelas viagens dos guerreiros e o choque de culturas diferentes, Marco Polo é uma ótima sugestão. A produção da Netflix conta a história do aventureiro e viajante Marco Polo durante sua estadia na corte de Kublai Khan, grande Khagan do Império Mongol e fundador da dinastia Yuan e descendente do temido Gengis Khan. A série contou com duas temporadas, e foi cancelada pela Netflix devido ao alto custo de produção e baixa audiência. Mesmo assim, Marco Polo traz uma trama interessante e intensas sequências de ação, destacando-se as cenas de artes marciais. A série foi protagonizada por Lorenzo Richelmy e Benedict Wong.

The Knick

The Knick é ambientada muitos séculos depois de Vikings, mas para quem gosta de séries históricas repletas de sangue, tramas complexas e personagens interessantes, a produção é uma boa pedida. O fato de The Knick não ser conhecida por grande parte do público é realmente uma injustiça. Com um elenco comandado por Clive Owen, a série de Steve Soderbergh se passa em 1900, e acompanha a história dos médicos e enfermeiras do Hospital Knickerbocker, em uma época onde grandes avanços da medicina estavam em sua infância, e muitos nem haviam sido descobertos. The Knick traz um ótimo equilíbrio entre os dramas de médicos como o Dr. John Tackery e histórias reais, como a da epidemia de febre tifoide originada de uma mulher irlandesa. A série contou com apenas 2 temporadas, as duas aclamadas por público e crítica.

Roma

Caso Roma não tivesse sido produzida pela HBO nos anos 2000, séries como Game of Thrones e Vikings provavelmente não existiriam. A série foi uma pioneira entre produções históricas com grandes orçamentos, tramas complexas e inúmeros personagens. Com apenas 2 temporadas, a série foi aclamada com unanimidade por público e críticos, e recebeu inúmeros prêmios e reconhecimentos. Rome acompanha vários personagens da sociedade de Roma antiga, vários deles baseados em figuras históricas como Júlio César, Marco Antônio e Cleópatra. Porém, os verdadeiros protagonistas são Lucius Vorenus e Titus Pullo, dois soldados que têm suas vidas interligadas a importantes eventos da história. Roma traz uma exploração muito interessante da vida dos pobres e ricos da sociedade romana, e deve agradar os fãs de Vikings que gostam de intrigas políticas e realismo histórico.

The Tudors

Assim como Vikings, The Tudors toma expressivas liberdades na trama de personagens históricos para uma maior fluidez e atratividade narrativa, obtendo ótimos resultados no processo. The Tudors acompanha a história e o reinado de Henrique VIII, um dos mais importantes monarcas absolutistas da Inglaterra. Após seu primeiro casamento com Catarina de Aragão não providenciar um herdeiro masculino para o trono, o Rei rompe com a Igreja Católica e cria sua própria religião para desposar a sedutora Ana Bolena. Depois do reinado de Henrique VIII, a sociedade inglesa nunca mais foi a mesma. Durante todo seu reinado o monarca teve 6 esposas, cada uma com sua própria trama em The Tudors. O elenco da série conta com Maria Doyle Kennedy, de Orphan Black, Natalie Dormer, a Margaery de Game of Thrones e é encabeçado por Jonathan Rhys Meyers, que também participou de Vikings como o Bispo Heahmund.

Knightfall

Knightfall é uma série do History Channel, a mesma emissora que produz Vikings. Ambientada após a época das primeiras Cruzadas, Knightfall foca na história da criação, sucesso, queda e perseguição dos Cavaleiros Templários. Com parte das tramas baseadas em fatos reais e outra parte fictícia, a série acompanha o cavaleiro Landry du Luzon, um guerreiro corajoso que encontra uma nova batalha ao saber de notícias sobre o possível ressurgimento do Santo Graal. Com sólidas cenas de batalhas e personagens carismáticos, Knightfall é uma ótima sugestão para os fãs de Vikings. A segunda temporada da série traz Mark Hammil como um templário veterano que serve como mentor para guerreiros mais jovens.