Atenção! Contém (possíveis) spoilers da Crise nas Infinitas Terras no Arrowverso.

O crossover Crise nas Infinitas Terras tem tudo para mudar para sempre o Arrowverso e as regras das séries de super-heróis na TV. O evento especial é inspirado em um dos arcos mais importantes da DC, que alterou para sempre a linha do tempo da companhia.

Tudo indica que o desenvolvimento do crossover na TV será bem semelhante ao das HQs, já que o misterioso Monitor já foi introduzido na história. O que está em jogo será a própria sobrevivência dos heróis e do Multiverso.


“Mundos vão morrer. Mundos vão viver. E o universo nunca mais será o mesmo”, afirma a descrição do crossover.

O que é a Crise nas Infinitas Terras?

Nas HQs, a Crise nas Infinitas Terras aconteceu por duas razões diferentes. A primeira foi o desejo de simplificar e uniformizar a linha de quadrinhos da DC, visando torná-la mais acessível a uma parcela maior do púbico. A segunda era mostrar tudo que fazia a DC única, em celebração dos 50 anos da companhia.

O planejamento da Crise começou em 1981, quando o quadrinista Marv Wolfman recebeu uma carta de um leitor perguntando por que o Lanterna Verde não reconheceu um personagem que havia conhecido algumas edições antes. A correspondêcia escancarou os problemas de continuidade da DC, e Wolfman concluiu que esse era o motivo da crescente queda de número de leitores da companhia.

Wolfman propôs uma ideia revolucionária que permitiria a união de todo o Multiverso da DC em uma única realidade.

A preparação demorou 2 anos, e a publicação da Crise foi adiada para 1985, para coincidir com o aniversário de 50 anos da DC. A HQ de 12 edições foi produzida pelo próprio Marv Wolfman, com auxílio de Dick Giordano e George Perez.

O que acontece na Crise?

A trama da Crise nas Infinitas Terras começou com a chegada do Monitor, um alien que já havia aparecido nas HQs da DC. Inicialmente, o personagem parecia só um traficante de armas intergalático, que vendia artefatos bélicos para vilões. No entanto, ele também era caracterizado por atos de bravura, como o salvamento da jovem Lyla Michaels.

Os primeiros capítulos da Crise explicam as ações do Monitor, além de sua origem e o limite de seus poderes. O alien é uma manifestação física da matéria positiva do Universo, e descobre que sua contraparte maligna quer destruir o Multiverso. O Anti-Monitor é a manifestação da anti-matéria, igual e oposto ao seu “irmão gêmeo”.

Procurando defender o Multiverso e sua própria existência, o Monitor decide criar um exército com os heróis mais poderosos do Multiverso para enfrentar o Anti-Monitor. Além de juntar a equipe, o personagem também conseguiu aumentar os poderes dos heróis.

Então, o Monitor transforma Lyla Michaels na heroína Precursora, com a habilidade de expandir sua consciência pelo Multiverso em uma série de clones. Foi a heroína que encontrou a maioria dos membros do exército do Monitor.

O resultado

No final, o Anti-Monitor foi derrotado, graças ao sacrifício de vários heróis, como o Flash e a Supergirl da Terra-1. Apenas 5 terras sobreviveram à Crise. A Terra-1 (lar da Liga da Justiça), a Terra-2 (da Sociedade da Justiça), a Terra-S (terra do Shazam! e todos os heróis outrora propriedades da Fawcett Comics), a Terra-4 (do Besouro Azul e todos os heróis da Charlton Comics) e a Terra-X (do Homem-Borracha e outros heróis da Quality Comics).

Depois, essas 5 terras se fundiram em uma só, batizada de Nova Terra. Os heróis da Terra-2 e Terra-X, que existiram durante a Segunda Guerra em suas linhas do tempo originais, se estabeleceram como a primeira geração dos super-heróis na Nova Terra. Os demais personagens das outras Terras são a segunda geração, dos tempos modernos.

Vários personagens ganharam reboots para que suas histórias e características de adaptassem à nova realidade, como o Superman e Canário Negro.

A Crise no Arrowverso

Os criadores do Arrowverso vem construindo a trama da Crise nas Infinitas Terras há anos. As primeiras pistas apareceram na temporada de estreia de The Flash, com um jornal descrevendo o desaparecimento do Flash durante um evento no qual os céus se tornaram vermelhos e demônios aterrorizaram as ruas de Star City.

Mesmo com o Arrowverso incorporando diversos mundo diferentes, suas tramas não se tornaram tão complicadas como as do Multiverso da DC em 1981. Com exceção de Supergirl e Raio Negro, todas as séries do universo compartilhado da CW são ambientadas na Terra-1.

Por isso, tudo pode acontecer! É bem provável que heróis importantes morram no crossover, e a despedida de Oliver Queen já está quase garantida, já que a série solo do herói terá sua última temporada em breve.

A Crise nas Infinitas Terras começa a exibir seus episódios em dezembro.