Vilões são personagens que amamos odiar. Mas quando um super-herói é irritante, é menos divertido. Na verdade, existem muitos que são insuportáveis. Por que devemos nos contentar com super-heróis desagradáveis de Marvel e DC?

Com isto dito, nem todo personagem desprezado merece o ódio que recebe. Muitas vezes, eles são mal interpretados ou têm versões particulares que são muito ruins.

Às vezes, existem até boas razões para um comportamento desagradável. Aqui vamos analisar dez super-heróis da DC e da Marvel que não merecem o ódio que recebem.


Ciclope

Existem motivos para não gostar do Ciclope. Ele cometeu ator terríveis. É odiado por ser mal-humorado, rígido e autoritário. Em comparação com o Wolverine, ele parece muito chato.

A Casa de X mostra quem realmente é o Ciclope. Ele é um ótimo líder que não se importa em tomar as decisões difíceis e imperfeitas. Ele está sempre disposto a fazer as coisas mais inimagináveis pelo bem dos outros. Fazer essas escolhas o mudou. Odiar Ciclope por ter abandonado sua esposa e seu filho faz sentido, mas ele não deve ser detestado por sua personalidade.

Aranha Escarlate

A introdução de Ben Reilly como um clone do Homem-Aranha foi estragada por um roteiro ruim. O personagem era irreverente demais. Os fãs sentiram que era nocivo para o Homem-Aranha de verdade. Mas ele realmente merece tanto ódio?

O Aranha Escarlate muitas vezes evitava responsabilidades e não sabia o que fazer, mas é compreensível. Ele desistiu da vida que suas memórias implantadas sugeriam para seguir. Ele sofreu muito mentalmente. Não dá exatamente para odiá-lo.

Punho de Ferro

Nos quadrinhos da Marvel, Punho de Ferro é ótimo. Ele é sábio, trabalha bem em equipe e raramente parece arrogante. No entanto, quando o super-herói ganhou sua própria série, os resultados foram terríveis.

O roteiro do programa o enquadrava como um bilionário chato e agressivo. Era insuportável. Foi difícil para os fãs ter que lidar com aquela porcaria. Mas o personagem dos quadrinhos da Marvel continua lá e é muito bom.

Robin

Vamos ser sinceros. Desde sua aparição em 1940, o Robin, parceiro do Batman, recebe reações controversas. Muitos fãs sentiam que o personagem arruinava a reputação solitária do Batman. O ódio se acentuou ainda mais com dois personagens: Jason Todd e Damian Wayne.

Ambos foram tidos como raivosos e perigosos, o que é verdade, especialmente no caso de Damian. No entanto, são crianças traumatizadas, cheias de raiva compreensível. Damian, em particular, foi criado por assassinos e terroristas. A família al Ghul não deu muitas opções para Damian, e é justamente isto que torna sua dinâmica com Batman tão interessante.

Howard, o Pato

Howard, o Pato, de 1986, causou danos permanentes à reputação de Howard. Ele parecia um mascote de basquete de baixo nível. Sua personalidade também não era divertida – ele parecia agressivo, como um adolescente tentando ser legal.

Nos quadrinhos da Marvel, Howard é um perdedor. Ele enfrentou inimigos que outros super-heróis nem sabiam que existiam. Foi vítima da má sorte e ficou preso na Terra. É um cara pequeno, com bastante sabedoria e tenacidade. Ele é bem mais adorável que detestável.

Aquaman

Sim, há razões para Aquaman ser uma piada. Ele geralmente é tido como o membro mais inútil da Liga da Justiça. Porém, é uma crítica injusta, tendo em vista que ele pode bater de frente até mesmo com caras da DC como Superman e Mulher-Maravilha.

Seus poderes o tornam útil em ocasiões cruciais em que o mundo recebe ameaças aquáticas. Ele é um especialista. A maioria das pessoas ainda não dá para Aquaman o crédito que merece. Nem todos precisam ser um Superman.

Superman

O Superman pode ser o primeiro super-herói dos quadrinhos, mas mesmo assim recebe críticas. Para alguns, Superman é chato. Por outro lado, muitos ficaram ofendidos quando Zack Snyder tentou algo mais ousado. Outros dizem que é poderoso demais para ser interessante.

A questão é que quando um personagem é tão poderoso e proeminente, muitas pessoas vão odiá-lo, de uma maneira ou de outra. Mesmo assim, Superman ainda é o modelo de heroísmo e bondade nos quadrinhos da DC. Ele realmente torna o mundo um lugar melhor. Te amamos, Superman.

Mercúrio

Grande velocista da Marvel, Mercúrio é tido como temperamental e ranzinza. Ele teve muitas versões desagradáveis ao longo dos anos. Ele aparentemente odeia tudo e todos. No entanto, suas motivações são claras desde 1993.

Em X-Factor #87, conhecemos um novo lado de Mercúrio. Para ele, todo mundo se move tão devagar que ele constantemente fica sem paciência. Ele está sempre entediado e bravo com as coisas ao seu redor. Tudo bem, ele é irritante, mas essa é uma abordagem bem interessante para um personagem.

Larval

Larval é odiado por alguns fãs da Marvel pelo mesmo motivo que o Vingador Tóxico é adorado. Ele é nojento e não é muito heroico. É completamente ridicularizado nos quadrinhos.

No entanto, ele não é exatamente uma pessoa ruim. Não é um assassino. Na maioria das vezes, Larval é um cara gentil e agradável, mas recebe muito preconceito. Não é legal exclui-lo.

Sentinela

Sentinela é um personagem interessante da Marvel. Sua história é longa e cheia de segredos. O problema com ele não é exatamente seu comportamento, mas o fato de ter sido criado em 2000 e ter passado por diversas reconstituições.

O super-herói mais poderoso da Marvel não merece ódio. Muitas vezes ele sacrificou seus poderes e até sua vida para proteger a Terra de seu lado sombrio, o Vácuo.