Vikings é a série histórica mais popular da atualidade, e conquistou uma base de fãs considerável contando as histórias de Ragnar, seus filhos e outros guerreiros nórdicos.

Em um mundo complexo, violento e com grandes conflitos políticos e sociais, não é de se espantar que os personagens mais importantes da série tomem decisões cruéis e impiedosas.

O site Screen Rant listou a pior coisa que cada personagem central de Vikings fez nas 5 temporadas da série.


Confira abaixo!

Athelstan

Athelstan foi com certeza o personagem mais “bondoso” de Vikings, conseguindo se manter um bom cristão e um homem caridoso até mesmo nas batalhas ao lado dos nórdicos. Seu pior ato é talvez engravidar Judith e colocar sua fé em questão e sua amada em perigo.

Hvitserk

Hvitserk não tem as habilidades de liderança de seus irmãos. Visto principalmente como uma coadjuvante das histórias de Ivar e Ubbe, o guerreiro ajudou seu irmão mais novo a se tornar um verdadeiro tirano. Mesmo tendo se arrependido depois, a ajuda dele foi essencial para a ascensão de Ivar ao poder.

Judith

Judith começou Vikings como uma jovem apaixonada e um tanto quanto obcecada com Athelstan. Porém, a morte do monge e a tortura que envolveu o corte de uma de suas orelhas fizeram de Judith uma mulher calculista e disposta a tudo para proteger o filho Alfred. O pior ato da personagem é com certeza envenenar o próprio filho Aethelred, apenas para assegurar o trono de Alfred.

Ivar

Atos terríveis não faltam na história de Ivar. Impiedoso e cruel, o personagem é com certeza o mais sinistro dos filhos de Ragnar. Além de matar o próprio irmão Sigurd, Ivar se torna um tirano e obriga o povo de Kattegat a adorá-lo como um deus. Ele também matou a ex-amada Freydis e aquele que acreditava ser seu filho.

Rei Ecbert

O Rei Ecbert acreditava tanto na importância de Athelstan que escolheu o filho do monge como seu herdeiro, desprezando o próprio filho Aethelwulf e o neto Aethelred. Além disso, ele se torna amante de Judith, sua própria nora.

Rollo

Rollo sempre teve muita inveja de Ragnar, seja das habilidades de liderança do Viking ou do amor de Lagertha. Por isso, ele trai a confiança do irmão algumas vezes, e isso acaba prejudicando também os nórdicos que o seguem.

Floki

Falando em inveja, Floki também desenvolveu o mesmo sentimento por Athelstan. Ele se frustou com a religiosidade e devoção do monge, além de sua proximidade com Ragnar. Em um dos momentos mais chocantes da série, Floki mata Athelstan enquanto o cristão rezava.

Bjorn

Bjorn é um dos personagens mais justos e leais de Vikings, e fora sua violência em batalha, não podemos dizer que ele fez nada de muito ruim na série. Talvez se interessar por mulheres casadas, mas comparado aos outros personagens, Bjorn é praticamente “um anjo”.

Lagertha

Por frustração, ciúmes e vingança, Lagertha decide matar Aslaug e tomar Kattegat. A atitude pode não ter sido bem pensada, já que provocou a ira dos filhos da Rainha, principalmente de Ivar.

Ragnar

Ragnar também pode ser considerado um guerreiro justo e íntegro, lutando sempre pelo bem do seu povo e evitando violência desnecessária. O maior erro do Viking pode ter sido não passar essas habilidades e conceitos para seus filhos (exceto Bjorn e até certo ponto Ubbe), que entraram em desavença logo após sua morte.

Vikings retorna com sua temporada final em 4 de dezembro.