Apesar de ter sido uma das franquias mais icônicas do gênero de super-heróis, a trilogia do Cavaleiro das Trevas teve alguns problemas que ficaram mais visíveis com o passar dos anos.

Mesmo não afetando a qualidade geral dos filmes, estes problemas acabaram fazendo com que a trilogia não envelhecesse sendo tão aclamada quanto poderia. Entenda:


O disfarce de enfermeira do Coringa

Parte do brilho do Coringa em O Cavaleiro das Trevas é como ele é imprevisível. Uma das cenas mais tensas é seu encontro cara a cara com Harvey Dent depois que o promotor fica desfigurado.

No entanto, a cena também é involuntariamente engraçada, dado o disfarce do Coringa como uma enfermeira do hospital.

Embora a ideia de que ele propositalmente usasse um traje tão ridículo e pouco convincente se encaixe em seu personagem, o fato de que o disfarce parece enganar Dent por um momento é risível.

Cenas de luta

Nolan provou ser um excelente diretor de sequências de ação, mas na trilogia do Cavaleiro das Trevas foi criticado justamente por cenas do tipo.

Um grande problema era o pesado traje do Batman. Em suas lutas, o Homem Morcego tinha que se mover de maneira robótica e desajeitada, sem realmente parecer um herói conhecedor de várias artes marciais.

A voz do Batman

Para muitos fãs, Christian Bale continua sendo o melhor Homem Morcego dos cinemas até então. Sua performance é sombria e complexa, e vende a ideia de que Batman é o verdadeiro eu de Bruce Wayne, enquanto o bilionário playboy é seu disfarce.

Apesar dos vários pontos positivos, Bale usa uma voz profunda e rouca quando está vestido de Batman. Este ponto acabou atrapalhando algumas cenas, e a voz virou até motivo de piadas na internet ao longo do anos.

Duas Caras

Embora o Coringa roube a cena, O Cavaleiro das Trevas também introduziu outro grande vilão do Batman: o Duas Caras.

Após transformar-se no alter-ego vilão de Harvey Dent depois de ter seu rosto brutalmente marcado, esta era a chance de vermos uma versão sombria do personagem.

Infelizmente, não passamos muito tempo com ele. Embora Dent seja um personagem atraente em grande parte do filme, sua transição para o Duas Caras é extremamente rápida, assim como sua morte.

Violência

Embora O Cavaleiro das Trevas não seja um filme de quadrinhos com classificação R, ainda é bastante sombrio e violento para o gênero.

A maior parte disso vem do Coringa, que age como um terrorista à solta em Gotham, acumulando uma grande quantidade de mortes.

Apesar do filme ser livre para representar a violência, estes momentos em Cavaleiro das Trevas podem não agradar a alguns espectadores atualmente.

Ver o Coringa atirar em policiais a sangue frio é bastante chocante e difícil de assistir, mesmo todos esses anos depois.