Não são só as aventuras românticas dos personagens de Grey’s Anatomy que mantém o interesse do público! Para se tornar o drama hospitalar mais influente da história, da série também investiu em tramas repletas de casos médicos bizarros.

Algumas das histórias mais inusitadas e memoráveis de Grey’s Anatomy são inspiradas por casos médicos ou doenças da vida real! Confira alguns exemplos abaixo!

Orgasmos espontâneos

No 18º episódio da segunda temporada de Grey’s Anatomy, a série acompanha o caso de Pamela Calva, uma mulher que sofre com inúmeros orgasmos espontâneos em qualquer situação.


Na vida real: Segundo a showrunner Krista Vernoff, a história de Pamela foi inspirada no caso real de uma mulher que foi diagnosticada com um tumor na artéria pudenda. A área leva o sangue ao clítoris, e devido à pressão do tumor, era constantemente estimulada.

Imune à dor

O terceiro episódio da terceira temporada de Grey’s Anatomy focou em uma garotinha interpretada por Abigail Breslin que apresentava imunidade à qualquer tipo de dor.

Na vida real: A personagem Megan Clover sofre com “insensibilidade congênita à dor com anidrose” (CIPA), uma rara desordem autossômica recessiva que ataca o sistema nervoso e impede a sensação de dor ou mudança de temperatura. No caso da garota, o distúrbio era combinado com anidrose, outra desordem que causa a diminuição ou ausência de suor.

Homem-Árvore

No 3º episódio da sétima temporada, Grey’s Anatomy acompanha a história de Jerry Adams, um homem com um caso de HPV tão fora de controle que deixou seu corpo coberto de verrugas e protuberâncias.

Na vida real: O caso é baseado em uma doença genética chamada epidermodisplasia verruciforme, conhecida popularmente como “síndrome do homem-árvore”. A enfermidade é caracterizada pela suscetibilidade anormal ao HPV, o que faz com que uma simples infecção do vírus cause verrugas de aparência semelhante aos troncos de árvores.

Engolindo cabeças

Em um episódio da segunda temporada de Grey’s Anatomy, Meredith atende um paciente que tem uma obstrução após engolir 10 cabeças de boneca.

Na vida real: O episódio foi construído após uma pesquisa extensiva dos roteiristas sobre pessoas que engolem coisas inusitadas. O ato inusitado por ser causado por diversos motivos, porém o mais comum é uma doença chamada “pica”.

Os gêmeos siameses

No episódio “Don’t Stand so Close to Me”, Grey’s Anatomy apresenta a história de dois gêmeos siameses que resolvem tentar uma operação de separação já em idade adulta.

Na vida real: Em regra, operações de separação de gêmeos siameses acontecem logo após o nascimento ou na infância. Em 2003, as irmãs iranianas Laleh e Ladan Bijani se tornaram as primeiras gêmeas siamesas a se submeterem a uma operação de separação como adultas. O procedimento foi realizado na Cingapura, e terminou em tragédia: as duas morreram pouco depois da separação.

Você viu que Charmed terá uma reunião do elenco de Grey’s Anatomy? Sabia que a série foi renovada para mais duas temporadas e bateu recordes? E que haverá um universo compartilhado com Station 19? O que poderia criar um problema de continuidade! Além disso, a atriz Ellen Pompeo revelou um ambiente tóxico nos bastidores. Para saber mais sobre séries, acesse o Observatório de Séries.