Filmes baseados em histórias em quadrinhos são um grande sucesso atualmente. O MCU é extremamente lucrativo, e a DC parece ter encontrado seu caminho com histórias mais independentes como Coringa.

Mas não se engane. Muito antes disso, já existiam adaptações de quadrinhos que eram verdadeiramente impressionantes.

Aqui estão alguns dos melhores filmes de super-heróis lançados antes dos anos 2000. Alguns são da DC, enquanto outros vieram de editoras menos conhecidas ou de ideias totalmente originais.


Darkman: Vingança sem Rosto (1990)

Sam Raimi comandou uma elogiada trilogia do Homem-Aranha na década passada. Mas seu trabalho com super-heróis começou muito antes disso.

Em 1990, o diretor trabalhou em Darkman: Vingança sem Rosto, com base não em uma história em quadrinhos, mas em uma ideia original que o próprio teve enquanto assistia aos clássicos de terror da Universal. O elenco foi estrelado pelos hoje aclamados Liam Neeson e Frances McDormand.

Na trama, um cientista trabalha em uma fórmula inovadora para pele artificial, mas é sabotado e torturado pelos capangas de um vilão. Ele sobrevive, mas fica completamente louco e sedento por vingança.

Rocketeer (1991)

Antes da Disney comprar a Marvel, eles tinham Rocketeer. O super-herói foi criado pelo quadrinista Dave Stevens nos anos 80, homenageando uma série que por sua vez foi exibida entre os anos 30 e os anos 40.

Rocketeer custou caro para a Disney e praticamente não deu retorno, muito diferente do que é hoje em dia com o MCU para o estúdio. Foi um grande fracasso em bilheteria, mas se saiu bem com a crítica.

Rocketeer marcou um dos primeiros papeis grandes de Jennifer Connelly, premiada com o Oscar mais de uma década depois. Foi bem fiel à essência das histórias em quadrinhos, mas não é muito lembrado hoje em dia.

O Corvo (1994)

O Corvo teve como base uma história em quadrinhos de mesmo nome de James O’Barr. A sinistra história mostra um homem que é morto na Noite do Diabo após sua noiva ser estuprada e assassinada.

Misteriosamente, este homem retorna como um anjo de vingança. O personagem foi retratado por Brandon Lee, morto em um acidente fatal durante as gravações.

A morte de Lee trouxe um aspecto místico para O Corvo, que envelheceu muito bem desde que foi lançado. Hoje, é tido como um clássico cult.

Batman: O Filme (1989)

Batman: O Filme, de Tim Burton, ajudou a consolidar a imagem do Cavaleiro das Trevas como o conhecemos hoje. Um super-herói sombrio em uma cidade gótica cheia de vilões malucos.

A visão de Burton caiu como uma luva para o personagem da DC, embora o cineasta só tenha ganhado mais liberdade criativa na sequência, Batman: O Retorno. O Cruzado Encapuzado foi interpretado com surpreendente seriedade por Michael Keaton, que na época era mais conhecido por papeis descontraídos.

A trilha sonora de Danny Elfman ainda é incrível e Jack Nicholson simplesmente arrebentou como Coringa. Para muita gente, Batman: O Retorno é superior ao primeiro, mas nesta lista nos concentramos apenas nos “originais”.

Superman: O Filme (1978)

Superman: O Filme deu início ao subgênero de super-heróis nos cinemas. Com Christopher Reeve no papel principal, o longa-metragem se saiu muito bem e bilheteria e mostrou aos executivos de Hollywood que quadrinhos podiam ser lucrativos.

Parecia simplesmente impossível que uma produção como aquela pudesse ser realizada, ainda mais contando com atores tão aclamados como Marlon Brando e Gene Hackman no elenco! Foi a grande inspiração para a criação do MCU, como já admitiu o presidente da Marvel, Kevin Feige, que foi assistente de produção de Richard Donner (o diretor de Superman) nos anos 90.

A sequência, Superman 2, também é boa, mas infelizmente a saga se perdeu com o 3 e o 4. Como nos concentramos apenas nos originais, focamos apenas em Superman: O Filme, que permanece como o mais emblemático.