Mesmo tendo produzido grandes filmes ao longo de seus mais de 10 anos, convenhamos que as reviravoltas do MCU nunca foram muito imprevisíveis.

Mesmo com o estúdio sempre tentando esconder os segredos por trás das tramas, os fãs acabaram, pro várias vezes, descobrindo o que iria acontecer.

Os Skrulls não são do mal

Embora já tivéssemos sido apresentados aos Kree anteriormente, seus inimigos mortais, os Skrulls, apareceram pela primeira vez no cinema apenas em Capitã Marvel.


Os alienígenas, que podem assumir a aparência de qualquer humano, foram introduzidos como vilões do filme, afinal, são antagonistas nos quadrinhos.

No entanto, como Ronan – que é um Kree – já havia aparecido como vilão no MCU, os fãs desconfiaram que a situação se inverteria em Capitã Marvel, e acabaram acertando: os Kree eram os antagonistas, e os Skrulls apenas refugiados procurando por um lar.

J. Jonah Jameson

A inclusão do novo Homem-Aranha vivido por Tom Holland no MCU permitiu novas interpretações de importantes personagens do universo do herói.

No entanto, havia um antigo personagem cujo os fãs preferiam que sua versão original fosse mantida: J. Jonah Jameson.

Interpretado com maestria por J.K. Simmons na trilogia original, o retorno desta versão de JJJ era um grande desejo do público – e a Marvel ouviu os pedidos.

O retorno do Caveira Vermelha

O MCU sempre fez um trabalho fantástico retornando com personagens antigos em filmes futuros, e o Caveira Vermelha foi um deles.

Após ter sido o vilão do primeiro longa do Capitão América, os fãs especulavam que ele retornaria em algum momento em sua busca por Joias do Infinito.

Bem, como sabemos, apesar de não ter voltado exatamente dessa maneira, o Caveira Vermelha retornou em Guerra Infinita como guardião da Joia da Alma em Vormir.

Ragnarok

Como o próprio nome do filme previa, Thor tentaria deter a destruição total de Asgard, o chamado Ragnarok.

Apesar disso, os fãs já suspeitavam que o herói não conseguiria cumprir sua missão, e sua terra natal seria aniquilada por este evento.

Dito e feito. Apesar de ter se desenrolado de maneira diferente do que prevíamos – afinal, Thor “deixou” Asgard ser destruída para salvar seu povo – a suspeita do público se confirmou.

Alexander Pierce era um vilão

Capitão América: Soldado Invernal reinventou o herói que havíamos visto no primeiro filme, trazendo-o desta vez para o mundo contemporâneo onde é difícil definir quem de fato é o inimigo.

No entanto, o vilão era bem óbvio para muitos fãs. A trama foi cheia de grandes reviravoltas, mas a revelação de que Alexander Pierce era um antagonista não foi muito chocante.

Contratar o astro Robert Redford e dar para ele um papel insignificante não fazia sentido, e isso sugeriu que deveríamos esperar muito mais desse personagem.

Mysterio

Mysterio / Quentin Beck, vivido por Jake Gyllenhaal, foi introduzido em Homem-Aranha: Longe de Casa como um super-herói de outra realidade que ajudaria o Cabeça de Teia a derrotar os Elementais.

No entanto, esse foi um mistério fácil de ser resolvido pelos fãs de quadrinhos. Beck, nas HQs, sempre foi um grande vilão responsável por criar ilusões, e foi exatamente o que aconteceu com o desenrolar do longa.

Nick Fury era um Skrull

Assim que os Skrull foram introduzidos no MCU, os fãs começaram a especular quem entre nossos heróis poderia ser um deles disfarçado. Como eles podem mudar de forma, podem estar escondidos à vista há algum tempo.

Um dos principais suspeitos era Nick Fury, já que o personagem sempre esteve envolto em mistério. Se ele é de fato um Skrull ou não, ainda não sabemos, mas em Homem-Aranha: Longe de Casa, Talos (o líder dos Skrulls) se disfarça de Fury para auxiliar Peter Parker.

Bucky matou os Starks

Capitão América: Soldado Invernal revelou a história da Hydra escondida dentro da S.H.I.E.L.D., e há uma referência feita à vilanesca corporação como responsável pela morte de Howard Stark.

Com esse conhecimento, os fãs suspeitaram que Bucky fosse o responsável pelos atos, e a teoria se concretizou.

Em Guerra Civil, Tony Stark descobre a verdade sobre a morte de seus pais – assassinados pelo Soldado Invernal – e isso leva a separação dos Vingadores.

O estalo de dedos

Vingadores: Guerra Infinita finalmente nos apresenta a Thanos, com o vilão em busca das Joias do Infinito para dizimar metade do universo.

Apesar de ter tido um final chocante, onde o antagonista consegue vencer os Vingadores e executar seu plano, isso já era esperado por muitos fãs.

Além do capítulo final dos Vingadores ter sido dividido em duas partes, Thanos já havia conseguido fazer a mesma coisa nos quadrinhos.

Capitão e o Mjolnir

Uma das cenas mais incríveis de todo o MCU foi o Capitão América empunhando o Mjolnir para enfrentar Thanos em Vingadores: Ultimato.

No entanto, apesar de ter sido um momento épico, já havíamos tido indicações de que isso aconteceria em algum momento.

Em Vingadores: Era de Ultron, vimos que o Capitão parecia ser digno de levantar a arma, e era questão de tempo para que o momento fosse mostrado.